A solução veio da pomba

Postado por: Adalíbio Barth

Compartilhe

Uma folhagem de xaxim, dependurada na área da casa, causava muita discussão na família, pois ninguém mais queria assumir a tarefa de dar-lhe água, pois não reagia mais. Quando já se encontrava bastante seca, decidiram supri­mi-la. Um jardineiro amigo constatou a impossibilidade de reabilitação, mesmo executando uma poda geral.

No dia marcado para executar a tarefa, constataram a presença de uma pomba construindo um ninho. Comovidos por este ato incomum, na área da casa, resolveram deixá-la criar seus filhotes. Continuavam, todavia, os reclamos porque a pomba deixava alguma sujeira no espaço da área.

Após algum tempo, tendo chocado os ovos, os filhotes tornaram-se a atração de toda casa. Quando a mãe-pomba trazia alimentos, era uma festa só: não se sabia se cantavam, se assobiavam, ou se tocavam música desafinada. Mas era uma alegria única.

Quando finalmente desovaram, alguém da família fez a limpeza do local. Para facilitar a lavagem, cortou os ramos secos do xaxim e deixou ali o caule para secar, uma vez que usara muita água. Qual não foi a surpresa, após três dias, constatarem o surgimento de dezenas de brotos verdes que, em poucos dias, ostentavam uma exuberante folhagem verde. Verificaram então que, a folhagem se reabilitou colocando também adubo e não somente água. A pomba, com o seu esterco, reanimou a folhagem e eliminou as causas das desavenças fami­liares.

 

Leia Também A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais” Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil: uma grande equipe nos representou em 2017 A Taça Maldita!