Cães para buscas de crianças esquartejadas em NH

Compartilhe


O delegado Rogério Baggio, responsável pelas investigações referentes às mortes e ao esquartejamento de duas crianças não identificadas em Novo Hamburgo, no Vale do Sinos, afirmou que cães farejadores vão ser usados nas diligências do caso a partir de hoje, segunda-feira A medida entra em vigor depois que mais três partes dos corpos foram encontradas, nessa manhã, do outro lado da rodovia que corta a região de matagal onde os corpos foram desovados inicialmente. O Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre também foi chamado para ajudar nas buscas.

Conforme Baggio, a identidade das vítimas segue sendo um mistério. Dados encontrados nas digitais de uma das crianças estão sendo cruzados com bancos de informações do Rio Grande do Sul e de outros estados, já que não há na região o registro de pessoas desaparecidas com essas características nos últimos dias. O delegado ainda salienta que as cabeças, peças fundamentais para se chegar aos nomes, seguem desaparecidas, juntamente com outras três partes do tronco e membros dos menores.

Os corpos foram encontrados em sacos plásticos e caixas de papelão em um matagal próximo a uma estrada do bairro Lomba Grande, no limite entre Novo Hamburgo e São Leopoldo. De acordo com informações preliminares da perícia, as vítimas eram um menino, com idade entre 8 e 9 anos, e uma menina entre 10 e 12.

Fonte: Ananda Müller/Rádio Guaíba

Leia Também Acusado de homicídio é preso em Passo Fundo Policiais do 2º Esquadrão da BM prendem homem por tráfico de drogas na Operária BM realiza mais uma prisão por descumprimento de prisão domiciliar nesta segunda-feira Carro sai de pista na ERS 324 entre Passo Fundo e Marau