Vereadores no CTG

Compartilhe

Nesta tarde de segunda-feira a Sessão Ordinária foi especial em Passo Fundo. O Legislativo municipal esteve reunido no CTG Osório Porto, realizando a Sessão em homenagem aos Festejos Farroupilha. 
A programação encerra com café de chaleira para as autoridades presentes.

Para o presidente do Legislativo, Patric Cavalcanti (DEM), a Sessão Farroupilha é um momento de os vereadores reconhecerem as lutas políticas desencadeadas pelo povo gaúcho ao longo dos anos. “A Revolução Farroupilha, que teve início na manhã de 20 de setembro de 1835, é um grande marco na história do Rio Grande do Sul e do Brasil. Ela culminou na maior guerra civil já registrada no nosso país, com 10 anos de batalhas. É um orgulho para nós saber que os gaúchos sempre lutaram pelos seus ideais e, hoje, queremos resgatar e manter viva essa chama de amor pelo RS que nos faz respeitar ainda mais as conquistas do nosso Estado”, enfatizou.

Pelo 16º ano à frente da 7ª Região Tradicionalista, a coordenadora Gilda Galeazzi, celebrou a presença dos vereadores no CTG. “Iniciamos no ano de 2014 no CTG Lalau Miranda porque ele é a entidade pioneira na 7ª Região e na cidade de Passo Fundo. No ano de 2015, levamos a Câmara para dentro do segundo CTG mais antigo que é o Fagundes dos Reis, e hoje, estamos trazendo para a terceira entidade fundada que é o CTG Osório Porto. É uma Sessão itinerante e esperamos que essa prática se estenda pelos próximos anos”, disse. Para a coordenadora, a atividade fortalece o trabalho realizado durante todo ano pelas entidades. “É bastante significativo ver que o Legislativo também tem um olhar diferenciado para o movimento tradicionalista”, declarou.

O secretário de Cultura Pedro Almeida que preside, neste ano, a Comissão dos Festejos Farroupilhas, também reconheceu a importância da integração entre o Legislativo e a comunidade tradicionalista. Almeida mencionou que a atividade demonstra o apreço e respeito da Câmara pelas 15 entidades que fazem Passo Fundo ter uma força muito grande no movimento estadual. Comentou, também, que em 2017, os festejos tem uma importância ainda maior, já que são celebrados os 70 anos da chama crioula e 160 anos de emancipação política e administrativa.

Para o deputado estadual, Juliano Roso (PCdoB), o empenho da comunidade tradicionalista passo-fundense faz com que os festejos da cidade recebam destaque em todo o Rio Grande do Sul. Em sua manifestação ele informou que protocolará um Projeto de Lei na Assembleia Legislativa para que a Semana Farroupilha de Passo Fundo seja inserida no calendário oficial do Estado.

 

Tradição em foco

Na tribuna da Sessão Farroupilha, os discursos foram direcionados a importante atuação do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), da 7ª RT e dos 15 Centros de Tradições Gaúchas e dos oito piquetes filiados no município. Os parlamentares rememoram os principais fatos históricos que compõem a história do Rio Grande do Sul e, também, de Passo Fundo.

O espaço do Grande Expediente foi ocupado pelo vereador Leandro Rosso (PRB), que fez um resgate histórico da Semana Farroupilha e o seu significado na preservação do sentimento tradicionalista gaúcho. Ele comentou que a semana passou a integrar o calendário oficial do Estado a partir da década de 60, com a Lei 4.850/64, e desde então, os municípios organizam anualmente os seus festejos. Leandro Rosso parabenizou o MTG, a 7ª RT e as entidades passo-fundenses pela mobilização realizada a cada mês de setembro. “Mesmo em um momento de economia difícil, essas pessoas honram o seu calendário e merecem o reconhecimento desta Casa”, disse.

O vereador Rafael Colussi (DEM), mencionou que todo o trabalho desenvolvido pelas entidades tradicionalistas é carregado de amor e respeito pelos costumes. Também destacou que o movimento fortalece a constituição de uma sociedade humanitária e que cumpre com os seus deveres. Já o parlamentar Evandro Meireles (PTB) que na Câmara de Vereadores enaltece os costumes sul rio-grandenses, disse que essa Legislatura tem trabalhado pela preservação dos costumes gaúchos e citou como exemplo, as ações feitas em prol de melhorias no Parque da Roselândia, onde ocorrem os rodeios.

O vereador Roberto Gabriel Toson (PSD), ressaltou a força política dos gaúchos. Segundo ele, o Rio Grande do Sul é o segundo estado do país que mais ocupou a cadeira da presidência. Ele lembrou as palavras presentes na bandeira do Estado, que representam a postura dos gaúchos: liberdade, igualdade e humanidade. “Através delas, é importante lembrar o que fizemos e seguir com o objetivo de construir um futuro melhor aos nossos filhos, netos e a nós mesmos”, finalizou.

---
Fotos: Assessoria Câmara

Leia Também CTG Lalau Miranda garante presença na final do Enart ENART inicia com grande expectativa Carazinho volta a vivenciar os tempos de Seara da Canção Prêmio MTG de Jornalismo será entregue no Enart