“Cura Pedófilo”

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

O ser humano é reflexo do meio onde vive das situações que foi forjado, desde que veio ao mundo e também por heranças biológicas. A questão de opção ou orientação sexual é polêmica e, independente de posição ou da forma com que cada um enxerga a questão, merece respeito. Por isso entendo que discutir “Cura Gay” é perda de tempo e só servirá para acirrar ainda mais os ânimos e o preconceito, de ambos os lados. Diferente disso, discutir “Cura Pedófilo” é urgente para a sociedade. É preciso tomar providências para tratar desta doença e evitar traumas e tragédias. O vídeo que está rolando nas redes sociais de um pedófilo acariciando uma menininha num mercado, em Porto Alegre, é a prova disso. Com certeza muitos pais, ao verem aquelas cenas pensaram “se faz isto com um filho meu, eu mato”, essa é a resposta drástica e a maior expressão de raiva do ser humano (matar o outro), porém temos visto se tornar comum esta reação. Então as autoridades precisam acelerar este processo, precisamos curar os pedófilos que estão por toda a parte e parar de priorizar assuntos apenas polêmicos, mas que não resolvem nada.

 

Estratégia política do Governador

Sinceramente não dá para entender este projeto do Governador Sartori de pagar juros, de poupança, pelos salários atrasados. Hora, se tem dinheiro para isto, então paga em dia e pronto, não cria mais burocracia e transtorno para os servidores. É injusto o parcelamento e atraso de salários, mas compreensível diante da crise econômica do Estado, entretanto, se propor a pagar juros, derruba todas as justificativas anteriores. Por trás disso tem as centenas de ações judiciais, que com certeza dará ganho de causa aos servidores, por isso é uma estratégia de defesa e também a jogada política de demonstrar boa vontade de ajudar os servidores. No fundo acho que o governador está atrapalhado e seus assessores batendo cabeça.

                                    

Caravela virou área de macumbaria

É impressionante a quantidade de macumbaria, ao redor do monumento da Caravela, no Trevo do Boqueirão. Lembrando que aquele espaço já serve de refúgio para moradores de rua, drogaditos e prostitutas. Então quer dizer que o aquele canteiro é multiuso, pena que a grande maioria da população, de bem, não possa usufruir e participar. Sou o autor do projeto que autoriza o Executivo a tirar o monumento do local e fazer uma revitalização da área, porém, como é difícil que isto aconteça, então vamos trabalhar para mudar este cenário. Tornar o canteiro uma área de convivência saudável e que identifique Passo Fundo, de uma forma positiva, para quem chega a nossa cidade.

 

Dizem por aí... Que a proposta do governador Sartori, de pagar juros nos salários atrasados, jamais vai sair do papel. Será verdade?

 

Leia Também Mentira desmascarada Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia