Funcionalismo estadual tem muita saudade do PT

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Não tenho dúvidas, que se o funcionalismo tivesse voto suficiente para eleger um governador do Estado, o PT ganharia a próxima eleição, independente do candidato. A saudade é muito grande, pois o PT pode ter todos os defeitos, pode inclusive ser o principal responsável pela crise financeira do Estado, mas sempre priorizou o funcionalismo, pagou em dia, deu aumento, não cumpriu algumas coisas como o piso dos professores, mas mesmo assim soube valorizar os servidores. Acontece que o Estado não existe apenas para pagar funcionários, tem a demanda de todas as áreas e de toda a população para responder e então, quando vem um gestor que entende que a prioridade é outra, acontece o que está acontecendo, não tem dinheiro para tudo, é preciso fazer opções ou atende as necessidades dos servidores ou da população em geral, difícil escolha.

 

Governo promete rigor com os grevistas

Bom, quem me acompanha sabe que sou contra greves. O funcionalismo público merece ser valorizado e respeitado, não é justo atrasar e parcelar salários e isto reflete no atendimento a população, que por conta disso, anda muito ruim em vários setores, o contribuinte acaba pagando esta conta. Por isso, entende que precisamos separar as coisas, a população não tem culpa pelas atitudes dos governos e a greve ataca os direitos dos cidadãos. Neste sentido, apesar de decisões judiciais que amparam os grevistas, concordo que o Governo aperte o cerco contra os grevistas, principalmente quem está em contrato temporário, em estágio probatório ou de contratos emergenciais, não tem cabimento servidor nestas condições fazer greve, está pedindo para levar, como diz o ditado.

 

Frente e Verso será especial neste sábado

O programa Frente e Verso, que vai ao ar todos os sábados, às 10 horas, na programação da Rádio Planalto, será especial neste sábado. A rádio da Diocese de Passo Fundo vai destacar o maior evento religioso do Sul do Brasil. A Romaria de Nossa Senhora Aparecida, que acontece no próximo domingo, deve reunir aproximadamente 200 mil fiéis. Convido quem vai participar a ouvir o Frente e Verso, durante o programa serão dadas todas as informações necessárias para que o evento transcorra bem e que as pessoas sejam acolhidas, como merecem.

 

O Sul é o meu país

Defensores da bandeira do nosso Estado, que sonham em ver o Rio Grande do Sul se tornar um país, programam para este sábado, dia 07/10, um plebiscito para saber a vontade da população gaúcha sobre essa proposta. Em Passo Fundo haverá urnas em vários locais públicos. Penso que não tem chance de prosperar esta vontade, entretanto será interessante e importante à população participar, até para sabe se queremos viver num novo país.

 

Dizem por aí... Que para o RS se separar do Brasil, uma nova Revolução Farroupilha terá que acontecer. Será verdade?

Leia Também Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia CNBB: qual a nossa missão?