Terreno para o CRECI: revés na retomada do imóvel

Compartilhe

A Justiça Federal concedeu liminar ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis, suspendendo os efeitos da lei municipal que retomava o imóvel cedido pela prefeitura de Passo Fundo à entidade.

O terreno, localizado no alto do Bairro Petrópolis, entre o quartel dos Bombeiros e o CAIS, na Avenida Brasil, foi cedido no governo Airton Dipp, com o apoio da Câmara de Vereadores. Passados cinco anos, como os corretores de imóveis não construíram sua sede, conforme o objetivo da cedência, o vereador Patric Cavalcanti (DEM) apresentou um projeto pedindo a retomada do terreno, que tem alto valor venal, para a prefeitura. O projeto foi aprovado e sancionado pelo prefeito Luciano Azevedo. A decisão da Justiça Federal, no entanto, torna a lei municipal de retomada do imóvel sem efeito, mesmo que em caráter liminar.

Cavalcanti, disse que a administração municipal deverá recorrer da decisão para que o terreno possa ser melhor utilizado em benefício da comunidade.

No local, até poucos dias atrás havia uma placa do CRECI anunciando futuras instalações. O anúncio foi substituído pela prefeitura por um painel com slogan da administração atual.  

Leia Também Justiça Federal realiza audiência para tratar da reintegração de posse na "Beira-Trilho" de Passo Fundo Situação de emergência em 20 cidades gaúchas pelo temporal Simpasso pede impugnação do ato que retirou insalubridade e periculosidade de servidores municipais Estudante dispara contra colegas, mata dois e deixa quatro feridos em Goiânia