Brasil goleia Chile para fechar as Eliminatórias

Compartilhe

A seleção brasileira apenas cumpria tabela, pois já tinha vaga assegurada na Copa do Mundo Rússia 2018. No entanto, diante da sua torcida no Allianz Parque, em São Paulo, goleou o Chile por 3 a 0 e terminou com a segunda melhor campanha da sua história dos classificatórios. O centroavante Gabriel Jesus, revelado pelo Palmeiras, dono do estádio, e atualmente no inglês Manchester City, marcou duas vezes e acabou como artilheiro do Brasil no torneio, com sete gols – Neymar e Paulinho fizeram seis cada um.

A vitória brasileira tirou os chilenos do caminho para a Copa da Rússia e ajudou os peruanos, cuja equipe disputará a repescagem internacional contra a Nova Zelândia, campeã da Oceania. Os outros países da América do Sul que conquistaram vagas diretas no Mundial foram, pela ordem de classificação, Uruguai, Argentina e Colômbia. O Brasil foi o primeiro colocado.

PRIMEIRO TEMPO
As equipes procuraram o jogo aéreo no começo do jogo. Alex Sandro cruzou da esquerda para Gabriel Jesus, mas o goleiro Claudio Bravo ficou a com a bola. Os chilenos responderam também por cima aos 3. No cruzamento que veio da direita, Eduardo Vargas, ex-Grêmio, se antecipou à zaga brasileira e o estreante Ederson segurou firme no canto esquerdo.

Em cobrança de escanteio aos 6, Neymar mandou fechado no primeiro poste e a zaga desviou para novo tiro de canto. Após o cruzamento, a bola se apresentou a Renato Augusto fora da área e o chute colocado passou perto da trave. Quando a jogada foi toda pelo chão, Claudio Bravo fez grande defesa na chegada rápida de Neymar, que tentou finalizar por entre as pernas do goleiro, aos 16.

O ritmo do jogo diminuiu a partir daí. Somente aos 29 minutos houve outra boa trama ofensiva. Acionado por Paulinho na direita, Philippe Coutinho cruzou e Isla se antecipou a Gabriel Jesus na área e cedeu o escanteio. Outra boa chance foi aos 38. Alex Sandro chamou o apoio de Renato Augusto pela esquerda e o cruzamento do meio encontrou Gabriel Jesus sem marcação na cara de Bravo, mas o cabeceio saiu fraco, fácil para a defesa do goleiro.

SEGUNDO TEMPO
Os primeiros bons momento da etapa final foram de bola parada. Aos 7 minutos, Neymar cobrou falta da meia-esquerda, com veneno, e Claudio Bravo defendeu em dois tempos junto ao poste direito. Dois minutos depois, Daniel Alves bateu falta da intermediária, o goleiro chileno deu rebote e Paulinho completou para a rede – Brasil 1 a 0. Aos 11, Neymar foi lançado na área e rolou para Gabriel Jesus empurrar para o gol vazio – 2 a 0.

A torcida brasileira já cantava "Adeus, Chile" quando o time visitante resolveu assustar. Aos 13, após cobranca de escanteio, Alexis Sánchez pegou de primeira e a bola passou muito perto da meta, para fora. Em seguida houve uma troca de tapas e empurrões entre Paulinho e Hernández, a turma do deixa disso entrou em ação e o árbitro equatoriano Roddy Zambrano apenas conversou com os jogadores sem aplicar qualquer advertência.

O confronto voltou a ficar morno. Neymar, em cobrança de falta frontal aos 25 e num contragolpe pela esquerda aos 28, errou o alvo. Os chilenos voltaram ao ataque aos 33. Valdívia cobrou falta por elevação e Medel meteu a cabeça na bola, que passou sobre o alvo. Willian e Roberto Firmino ingressaram nos lugares de Neymar e Philippe Coutinho, respectivamente, e tiveram a chance do terceiro gol brasileiro aos 44 minutos. Willian deixou Firmino cara a cara com Bravo e o goleiro chileno defendeu a finalização com o pé.

A equipe do Chile foi inteira para a área brasileira já nos acréscimos, inclusive o goleiro Claudio Bravo, e não conseguiu finalizar. Para piorar, Gabriel Jesus foi lançado em contragolpe por Willian e marcou o terceiro com Bravo ainda correndo de volta do meio do campo – Brasil 3 a 0 aos 48 minutos.

Outros jogos das Eliminatórias Sul-Americanas nesta noite:
Peru 1 a 1 Colômbia – Lima
Equador 1 a 3 Argentina – Quito
Uruguai 4 a 2 Bolívia – Montevidéu
Paraguai 0 a 1 Venezuela – Assunção

COPA DO MUNDO RÚSSIA 2018
ELIMINATÓRIAS SUL-AMERICANAS – 18ª RODADA
BRASIL 3 a 0 CHILE

Data e hora: 10 de outubro de 2017, terça-feira, 20h30
Local: Estádio Allianz Parque, em São Paulo
Árbitro: Roddy Zambrano Olmedo (Equador)
Cartões amarelos: Philippe Coutinho e Neymar (Brasil); Alexis Sánchez e Isla (Chile)
Gols: Brasil – Paulinho (9/2ºT) e Gabriel Jesus (11 e 48/2ºT)

BRASIL
Ederson; Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Alex Sandro; Casemiro, Renato Augusto (Fernandinho), Paulinho, Philippe  Coutinho (Roberto Firmino) e Neymar (Willian); Gabriel Jesus

Técnico: Tite

CHILE
Bravo; Isla, Medel, Jara e Beausejour; Hernández (Paredes), Charles Aránguiz (Pulgar), Fuenzalida (Puch) e Valdívia; Eduardo Vargas e Alexis Sánchez
Técnico: Juan Antonio Pizzi



Fonte: Gazeta Esportiva

Leia Também Passo Fundo Futsal/Fasurgs/Zamil projeta jogo de sábado em Parobé EC Passo Fundo se reúne com representante do Simpasso Grêmio empata com o Corinthians Atleta Maicon Mancuso marca presença em rústica no domingo