Comercial Zaffari homenageada pelos 60 anos na Câmara de Vereadores

Compartilhe
Na tribuna do Legislativo Municipal, o Vereador Ronaldo Rosa (SD) durante a Sessão Plenária nessa quarta-feira (11/10) destacou a homenagem aos 60 anos da Comercial Zaffari, proposta pelo Vereador Leandro Rosso, que acontece hoje no Plenário Sete de Agosto. “A empresa, diretoria e colaboradores são merecedores da homenagem. Graças a Comercial Zaffari há 60 anos em Passo Fundo, nossa cidade está crescendo, gerando empregos, progredindo e inclusive, gerando muitos impostos ao município, que depois são revertidos em benefícios para a cidade”, destaca.

SEGURANÇA NO TRÂNSITO
Na oportunidade, o Vereador Ronaldinho repercutiu sobre a reunião que aconteceu ontem no Plenarinho da Câmara de Vereadores, para tratar sobre a segurança no trânsito do Bairro Santa Marta. “A partir da reunião com lideranças comunitárias Secretaria de Serviços Gerais e Segurança, ficou definido algumas ações que devem ser realizadas pelo Executivo para melhorar a segurança no trânsito. A sinalização horizontal, vertical e placas de trânsito, assim como meio fio, passeio público, colocação de lombada física e iluminação, principalmente na Rua Miguelzinho Lima, são reivindicações da comunidade que há muito tempo solicita as adequações nessa região da cidade”, destaca.

ESTADO
O Vereador Ronaldo Rosa comentou também durante a sua fala sobre a dificuldade financeira enfrentada pelo Estado do Rio Grande do Sul. Ele disse que apoia a iniciativa do Deputado Luiz Augusto Lara (PTB) que está propondo na Assembleia Legislativa, uma CPI dos benefícios fiscais no Rio Grande do Sul. “Somente nesse ano, o governo do Estado concedeu em benefícios fiscais R$ 9 bilhões de reais, sendo que o déficit do Estado em várias áreas atinge R$ 2 bilhões de reais. Um montante de R$ 7 bilhões que poderia ser aplicado em educação, saúde e segurança”, enfatiza.
De acordo com o parlamentar, o que mais chama a atenção é o fato do Tribunal de Contas do Estado, há seis anos, ter apontado para os governadores, informar às empresas que são beneficiadas com incentivos fiscais no Rio Grande do Sul. “Existe uma Lei que protege o governo do Estado que pode manter em sigilo, as empresas beneficiadas com incentivos fiscais. A CPI veio em boa hora, para saber quem está ganhando, porque e qual a contrapartida”, ressalta.
Área de anexos

Leia Também Eleita a nova diretoria da CDL Prazo para recursos de projetos inabilitados do Funcultura encerra nesta quarta-feira Stadtbus vence licitação para concessão do transporte público Calor continua intenso na terça-feira