Itamaraty pede diálogo entre Espanha e Catalunha

Compartilhe

O Ministério das Relações Exteriores divulgou hoje comunicado em que pede diálogo entre a Espanha e a região da Catalunha. No documento, o Itamaraty esclarece que o Brasil vem “acompanhando com atenção os últimos acontecimentos na Espanha, país cuja transição democrática foi e é um exemplo para a América Latina”.

“Ao reiterar os laços de amizade e solidariedade que unem brasileiros e espanhóis, o governo conclama ao diálogo, no marco da legislação desse país, ressaltando a importância do pleno respeito à Constituição espanhola e ao Estado Democrático de Direito”, cita a nota.

A Espanha e a Catalunha entraram em impasse depois que a região separatista decidiu em plebiscito declarar independência. No entanto, ao anunciar o resultado, o presidente da Catalunha, Carles Puigdemont, declarou a independência da região, mas suspendeu os efeitos do anúncio para abrir um processo de diálogo com o governo espanhol.

Depois disso, Madri enviou requerimento ao chefe do Executivo da Catalunha em que dá prazo de cinco dias, até segunda-feira, para que a Generalitat (governo catalão) confirme se declarou a independência da região. O documento estabelece ainda que o presidente catalão vai ter até quinta-feira para retificar a decisão e restaurar a ordem constitucional.

Para Jordi Turull, porta-voz do governo catalão, a iniciativa espanhola deixa claro que não há abertura para o diálogo. Ao discursar no Parlamento na última terça-feira, o presidente catalão, Carles Puigdemont, afirmou que a suspensão dos efeitos da declaração de independência tinha como propósito abrir caminho para o diálogo, em uma tentativa de diminuir as tensões e propiciar um possível acordo.

Leia Também Justiça Federal realiza audiência para tratar da reintegração de posse na "Beira-Trilho" de Passo Fundo Situação de emergência em 20 cidades gaúchas pelo temporal Simpasso pede impugnação do ato que retirou insalubridade e periculosidade de servidores municipais Estudante dispara contra colegas, mata dois e deixa quatro feridos em Goiânia