Avaliação do Plano de Pastoral reúne a Arquidiocese

Compartilhe
Olhar para o 17º Plano Arquidiocesano de Pastoral e perceber os avanços realizados até então e os desafios para os próximos anos foi o objetivo da reunião de avaliação que, no último sábado, 21, envolveu os padres, seminaristas, leigos e coordenações das áreas pastorais, movimentos, serviços e pastorais da Arquidiocese de Passo Fundo para momentos de partilha, reflexão e formação a respeito do contexto da Igreja.

Em busca de unidade
Elencando as ações positivas e os desafios encontrados na concretização do Plano de Pastoral, a avaliação é, segundo o arcebispo dom Rodolfo Weber, a oportunidade de a comunidade compreender o cenário da Arquidiocese. “Quando fazemos um plano, ele quer nos centrar e apontar elementos fundamentais para que possamos exercer bem a missão na época em que vivemos. O plano tem essa força que agrega, que emenda as atividades, que da a coesão, que dá a cara da Igreja”, colocou.

Através de relatórios apresentados pelas áreas pastorais, movimentos e serviços da Arquidiocese, se construiu uma síntese do que está sendo vivido e das ações que ainda precisam ser encaminhadas. “É momento de nos alegrarmos por estarmos nos esforçando para corresponder à bonita missão evangelizadora. Esse é o momento fundamental da unidade da Igreja. Viver a unidade - não como uma estratégia de trabalho, mas, sim, pela essência da Igreja que quer ser imagem e semelhança de um Deus que é trino. Queremos ser sinal de unidade no mundo”, complementou o arcebispo.

Ações positivas e desafios
Prioridade assumida em toda a Arquidiocese, a Iniciação à Vida Cristã vem sendo o grande destaque da vivência do Plano de Pastoral. Formações, encontros, e estudos foram realizados durante o ano e, agora, através das avaliações, a Arquidiocese – mais próxima dos conceitos de IVC – percebe o envolvimento da comunidade na vida da paróquia. Também, a catequese vem sendo um grande apoio para a evangelização nas comunidades.

Conheça o Plano de Pastoral da Arquidiocese

Formação
Além dos relatórios apresentados, a reunião foi, também, momento de aprofundamento a respeito do Plano e motivação para o seguimento das cinco urgências apresentadas no documento e que orientam a ação evangelizadora na Arquidiocese. Neste sentido, foi realizada a partilha de três experiências: constituição do Conselho Paroquial de Pastoral, acolhida das famílias aos seminaristas e leitura orante com jovens. Por fim, foi a oportunidade de iniciar a formação a respeito do Ano do Laicato, vivenciado a partir de novembro de 2017.


Créditos: Sammara Garbelotto
Assessoria de Comunicação da Arquidiocese de Passo Fundo

Leia Também “Virtudes” é o tema da 8ª edição do calendário da APAE Presbíteros refletem sobre o cuidado de si mesmo em São Leopoldo Confira a programação da Paróquia São Francisco de Assis Cáritas Estadual terá assembleia em Passo Fundo