A experiência que faz a diferença

Postado por: Cristian Queiroz

Compartilhe

Que jogo de futsal tivemos, sábado, 21, em Parobé. Que ambiente criou a torcida local. Que ambiente a Força Jovem transformou aquele ginásio. Que gol de ouro marcou o Dani Ottoni, faltando 25 segundos para terminar a partida decretando a vitória do Passo Fundo Futsal. Que vitória conquistou o Passo Fundo em Parobé.

Agora basta um empate para confirmar a vaga na final da Prata e o acesso à Liga Gaúcha (Série Ouro) do ano que vem. Mas da forma com a qual o Passo Fundo tem jogado, com o Capingui lotado, no próximo sábado o Passo Fundo vencerá novamente e garantirá a melhor campanha da competição, trazendo a final para dentro de casa independente do adversário.

Quero fazer referência, mais uma vez, ao grupo de jogadores do Passo Fundo Futsal. O ginásio de Parobé lotou, a torcida local fazia barulho o tempo todo e, com menos de um minuto de partida, vem o 1x0. Mas ai vem a qualidade do elenco de Passo Fundo que, enquanto a torcida adversária comemorava o gol, Romarinho recebeu a bola na frente da área, dominou, girou sobre o seu marcador e chutou forte empatando o jogo. O Parobé ainda marcou o seu segundo gol no primeiro tempo. Mas veio a segunda etapa e a experiência entrou em quadra. Túlio, que subiu com a Sase em 2016, marcou o gol de empate. Marcel, que subiu com o Guarany em 2016, virou para 3x2, o empate de Parobé veio através de uma falha do goleiro Zanco, que em outros momentos já havia salvado o time. Mas como experiente que é não se abateu e seguiu fazendo intervenções importantes.

O jogo estava 3x3, ainda restavam mais de cinco minutos para terminar a partida, o PFF já havia cometido cinco faltas. A próxima seria tiro livre e a torcida empurrava o time da casa. Mas com a solidez defensiva, a tranquilidade e experiência em quadra, o Passo Fundo segurou o jogo e, quando faltavam 25 segundos para o final, Dani Ottoni, que subiu com o Guarany em 2016, se aproveitou de um erro do adversário que usava goleiro linha e marcou o gol da vitória passo-fundense.

A experiência está fazendo a diferença nesse time. O Alexandre conta com um grupo qualificadíssimo. O Passo Fundo Futsal vai subir. Digo mais, o Passo Fundo Futsal vai ser o campeão da Série Prata 2017. Afirmo com tranquilidade porque acompanhando os jogos fica muito claro o quanto esse grupo deseja e luta por cada vitória, por cada lance, por cada bola.

O futsal está devolvendo a alegria para o torcedor de Passo Fundo e no próximo sábado o Capingui será pequeno para a emoção que iremos viver.

GRÊMIO

A semana é de decisão. Quarta-feira começa a batalha contra o Barcelona por uma vaga na final da Libertadores. Eu acredito muito nesse grupo do Grêmio, o tricolor tem mais qualidade do que o adversário. Se jogar direitinho passa pelo Barcelona. Mas será difícil, como tem que ser uma Libertadores de verdade.

Boa segunda. 

Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”