UPF promove Física na Cozinha

Compartilhe
A Universidade de Passo Fundo, por meio do Instituto de Ciências Exatas e Geociências (Iceg), e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid Física), realizou, na tarde desta terça-feira, 31 de outubro, a atividade Física na Cozinha. A ação promoveu a discussão de conceitos de Física presente no preparo de alimentos. Acadêmicos do curso de Física e bolsistas do Pibid assistiram a palestra ministrada pelo professor Álvaro Becker da Rosa enquanto preparava os alimentos, tendo a participação da professora Cleci Werner da Rosa. 

A iniciativa está em sua terceira edição e proporciona a contextualização da física por meio da identificação de sua presença nas mais diferentes atividades da vida cotidiana dos alunos. “A atividade é importante porque mostra a contextualização da física, demonstrando que ela transcende aquele formalismo que temos no livro, aquela linguagem um pouco dura e difícil apresentando que aquilo tem uma aplicação na nossa vida, estando nas mais diferentes ações do nosso cotidiano”, explicou a professora Cleci. 

As edições anteriores, também promovidas pelo Pibid Física UPF, foram em 2014 com a realização de uma atividade similar na UPF para professores da região e em 2015 com a promoção de apresentação de vídeos dos alunos do ensino médio preparando alimentos e explicando a Física envolvida.  

Nessa edição foi montada uma cozinha no Laboratório de Física e à medida que os alimentos foram sendo preparados o professor Becker explicou os conceitos físicos presentes. “A física é uma ciência que descreve o mundo então tudo aquilo que se faz têm uma razão, um porque cientifico de ser assim. Entender a física na ajuda melhor a entender nossa vida diária, nada mais próximo do educando do que nossa casa, que a cozinha que também é um laboratório por isso realizamos a atividade como uma forma do aluno enxergar o fenômeno físico que é muito mais proveitoso”, explicou. 

Por meio da atividade os alunos compreenderam conceitos de força, calor, temperatura, energia entre outros. “Acho um diferencial do nosso curso de Física esse tipo de atividade, a maioria dos professores se dá bem com os alunos e ai fica mais fácil essa interação. Entender a física cozinhando é importante porque quando nos formarmos vamos ensinar isso para nossos alunos, para que enxerguem que a física faz parte do cotidiano deles”, disse a acadêmica do 8º nível do curso de Física, Thais Trevisan. 


Foto: Gelsoli Casagrande 

Leia Também Vestibular da UPF neste sábado: cobertura é pela Planalto Presidente Nacional da OAB recebe medalha da Universidade de Passo Fundo “Oliver - O espetáculo continua” Premiados os vencedores do 1º Prêmio Literário Cidade de Passo Fundo