O mito do hormônio na carne de frango!

Postado por: Deniz Anziliero

Compartilhe

Um dos MITOS constantemente presente na era digital, onde informação se propaga com uma velocidade surpreendente é a de que a carne de frango produzida em granjas comerciais recebe algum tipo de hormônio. Esta informação surge de tempos em tempos no discurso de alguns experts desavisados.

É comum ouvirmos que a carne de frango que consumimos contem hormônios. Estes, quando utilizados nas granjas, teria o objetivo de acelerar o crescimento e desenvolvimento das aves. Essa informação no entanto, não passa de um MITO! Alimentar essas aves com rações enriquecidas com hormônios sintéticos ou mesmo injetá-las nas aves, primeiramente é proibido pela legislação federal (Instrução Normativa do MAPA nº 17, de 18 de junho de 2004). Além do mais,
tal prática acarretaria em um custo significativamente elevado,  primeiro porque os hormônios de crescimento  não são produzidos comercialmente para aves. Em segundo lugar, o custo da utilização de apenas um miligrama/kg em um frango de engorda, geraria um custo tão elevado, que ultrapassaria o valor da própria ave. Obviamente, não haveria qualquer sentido do ponto de vista comercial.

É verdade que os frangos crescem mais e muito mais rápido do que ha 30 anos atrás. Contudo, os maiores responsáveis pelo ganho de peso das aves de corte passam pela evolução ocorrida na última década em relação a NUTRIÇÃO, GENÉTICA E SANIDADE animal. A cada ano, são selecionadas as melhores aves, as que conseguem acumular mais peso e que apresentam melhor performance. Destas, são produzidas as novas gerações que produzem estes resultados surpreendentes.

Fatores aliados ao melhoramento genético e a nutrição, como  o controle ambiental, desenvolvimento na prevenção e no tratamento de doenças, a biosseguridade, fazem com os animais se desenvolvam mais rapidamente, aliadas àquelas características desejáveis comercialmente (peito avantajado, baixa conversão alimentar, rapidez).

Se você é daquelas pessoas resignadas, que comem frango pensando que está ingerindo estas substâncias?  Tranquilize-se: TODA carne de frango é produzida sem hormônio!

Deniz Anziliero é Coordenador do Curso de Medicina Veterinária da IMED

 

Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”