Você está preparado para o ENEM?

Postado por: Jéssica Limberger

Compartilhe

Há 10 anos, fiz o ENEM e hoje percebo o quanto aquela experiência valeu a pena. Uma década depois, eu ainda lembro-me do que algumas pessoas me perguntavam: “e aí, está preparada para o ENEM?”. Eu confesso que não sabia o que responder, nem como responder. Se eu respondesse que estava preparada, tinha receio de alimentar uma expectativa muito elevada. Se eu respondesse que não estava preparada, também estaria mentindo para mim mesma. A verdade é que nós nunca estaremos 100% preparados para algo nessa vida. Não existem condições perfeitas para concretizarmos os nossos sonhos, o que existem são inúmeras possibilidades de crescimento. Pensando nisso, compartilho com você 10 reflexões que podem contribuir para esse momento tão importante na vida dos estudantes, que é a realização do ENEM.

1) Organize-se. Talvez você esteja pensando em quais documentos precisa levar, em qual lugar vai ser a sua prova. Você não precisa ficar com todas essas informações apenas na sua cabeça. Comece a anotar os dados importantes como o horário e local da prova e o que você vai levar consigo no dia. Quando passamos para o papel as informações, temos a sensação de que as coisas ficam mais organizadas em nossa mente.

2) Procure informações no site oficial. O que você prefere: confiar em uma fofoca ou ir direto à fonte da informação? Quando estamos com dúvidas, a melhor forma de esclarecê-las é a partir de uma fonte segura. Desta forma, ao invés de ficar perguntando para os seus amigos ou ver informações em sites e blogs duvidosos, busque informações sobre o ENEM no site oficial (www.enem.inep.gov.br). Quanto mais informado você estiver sobre o exame, mais preparado você se sentirá no dia.

 3) Planeje-se. Como você vai até o local? Precisará que alguém o leve? Defina isso com antecedência, organizando-se quanto ao horário que você vai sair de casa para que chegue a tempo. Afinal, você não vai querer perder o horário, tampouco chegar estressado antes de começar a prova.

4) Transforme suas preocupações em ações. Está preocupado sobre o que levar no dia da prova? Busque informações. Está com medo de que o despertador não toque? Acione mais de um alarme. Não quer ir até o local da prova sozinho? Solicite ajuda aos familiares ou amigos. Quanto mais você transformar suas preocupações em ações práticas, mais você se sentirá aliviado.

5) Questione seus pensamentos do tipo “deveria”. É comum que às vésperas da prova ocorram pensamentos como “eu deveria ter estudado mais” “eu deveria ter me dedicado mais a essa prova”. Tais pensamentos não auxiliam, do contrário, só fazem com que você se sinta ainda mais inseguro. Experimente questionar tais pensamentos, substituindo por pensamentos do tipo: “eu sei o quanto eu estudei”.

6) Aceite a realidade tal como ela é. Talvez a realidade seja que você não estudou tanto quanto gostaria, talvez você se sinta ansioso e com medo da prova. Aceitar essa realidade não é simples. Diante disso, reflita sobre o que você pode fazer para se sentir um pouco melhor: conversar com alguém que é importante para você, ouvir uma música que gosta, respirar calmamente. Enfim, você não pode mudar a realidade tal como ela se apresenta. O que você pode fazer é escolher maneiras de melhorá-la.

7) Concentre-se no que é possível. Quantas vezes valorizamos o que seria o ideal nas nossas vidas? Talvez o ideal fosse estudar muito para o exame. Se isso não ocorreu, concentre-se no que foi feito. Valorize e reconheça as suas conquistas. A própria escolha em fazer o exame tem o seu mérito, inclusive o fato de você encarar esse desafio em um domingo também merece reconhecimento. Quanto mais você valorizar e reconhecer a sua caminhada, mais em paz você estará consigo mesmo.

8) Não se compare com os outros. Talvez você imagine que o seu amigo estudou mais, que os seus colegas estão mais preparados que você. O curioso é que sempre imaginamos que na vida das outras pessoas tudo está acontecendo de maneira “perfeita”. Vou te contar um segredo: a perfeição não existe, o que existe é a realidade diante de nós. Então me parece que comparar-se com os outros não vai te auxiliar, pode fazer com que você se sinta para baixo e esse não é o objetivo. Se você realmente quiser se comparar, compare-se consigo mesmo, com a sua caminhada, valorize tudo que você já superou apesar das dificuldades.

9) Deixe o futuro para o futuro. Muitas vezes imaginamos possíveis tragédias: pensamos que vai dar um branco na hora da prova, que a tal da inspiração não vai chegar para fazer a redação, que teremos um resultado vergonhoso.... Não podemos prever o futuro, razão pela qual é uma enrascada imaginar que algo terrível vai acontecer e que não vamos conseguir suportar isso. Não tem problema se você fez ou está fazendo tempestade em copo d’água. O importante é que você identifique que está sendo catastrófico, que talvez esteja supervalorizando o desconforto e desvalorizando as experiências positivas. Quando começamos a questionar essas “tragédias” que passam pela nossa mente, começamos a ver a realidade de uma maneira diferente: nem terrível, nem maravilhosa: a realidade tal como ela é.

10) Diminua a autocrítica. Nessa altura do texto, imagino que você percebeu que não precisa se culpar tanto pelo passado nem temer tanto o futuro. Você não precisa exigir de si que se sinta calmo e tranquilo, afinal é uma prova e tanto. Mesmo ansioso, mesmo com medo, insegurança e aquele friozinho na barriga, você escolhe fazer a prova e viver essa experiência, conectado com o momento presente e comprometido com os seus objetivos.

Talvez algumas dessas reflexões façam sentido para você, talvez outras nem tanto. Assim como não existe uma condição perfeita para realizarmos algo, também não existe uma fórmula mágica para preparar-se para o ENEM. O que existe é um conjunto de estratégias que contribuirão para ou teu bem-estar, na medida do possível, antes e durante a realização da prova. Que essa experiência seja bem vivida, que o processo seja valorizado e que você perceba que está fazendo algo de concreto rumo à concretização dos seus sonhos.

Leia Também William II Elo passado-presente-futuro Sujeito descansado Maneiras de usar o floral nesse verão 2018