Assalto a frigorífico e funcionários reféns em Ibiaçá

Compartilhe

Foram acionadas Guarnições da Polícia Civil e da Brigada Militar, logo no início da manhã desta sexta-feira (03), para atender uma ocorrência de assalto, no Frigorífico Dametto, em Ibiaçá.

Valdir Narciso Beé, de 65 anos, responsável por fazer o fogo da caldeira, chegou ao trabalho por volta das 2h 30min e foi surpreendido por dois homens armados e encapuzados, anunciando o roubo em seguida.

A vítima falou que foi levada pelos bandidos até o escritório, onde um outro funcionário costuma passar a noite. Odacir Rodrigues Leite, de 34 anos, também foi detido pelos meliantes e obrigado a abrir a porta do estabelecimento. Os bandidos reviraram o local, porém, não encontraram dinheiro.

Os meliantes fugiram levando uma Ford F-250 Furgão vermelha, carregada com cerca de 150 kg de carne e os funcionários foram trancados no baú da caminhonete sendo reféns.

A ação só foi percebida às 4h 30min, quando um dos proprietários chegou no local e percebeu que o escritório estava violado, acionando polícia.

O veículo e os funcionários foram abandonados pelos bandidos em Passo Fundo, por volta das 5 horas, após a carga de carne ser descarregada em um matagal. No retorno para Ibiaçá, as vítimas pararam na Polícia Rodoviária Estadual de Coxilha, que informou os familiares.

Além da carne, cerca de R$ 2,8 mil foram levados de uma das vítimas.

A Polícia Civil de Ibiaçá e a Patrulha Integrada da Brigada Militar da 4ª CIA atenderam a ocorrência. Imagens de câmeras de vigilância do frigorífico e de empresas vizinhas, localizadas às margens da ERS-467, devem ser acionadas. A Polícia Civil investigará atitudes suspeitas que foram percebidas na cidade durante a madrugada.

As vítimas foram encaminhadas à Fundação Hospitalar de Ibiaçá para avaliação médica e passam bem.

Fonte: Belchyor Teston - Rádio Tapejara

Leia Também Rossato e Tonial Cereais irá construir mais uma unidade em Coxilha Prefeitura de Água Santa realiza recuperação de estrada no interior Sequência de acidentes envolvendo animais soltos na pista em Carazinho Cresol Planalto Serra encerrou o ano com R$ 2,746 milhões de sobras