Papa Francisco exorta os Vicentinos ao acolhimento, adoração e disponibilidade

Compartilhe
 O Santo Padre concluiu sua série de audiências, na manhã deste sábado (14/10), recebendo, na Praça São Pedro, cerca de onze mil membros da grande Família Vicentina.

A audiência realizou-se por ocasião do Ano Jubilar dos 400 anos de fundação da Congregação, por obra de São Vicente de Paulo, que teve como tema: “Era estrangeiro, e me acolhestes”.

Em seu discurso aos numerosos Vicentinos, o Papa recordou o carisma específico de São Vicente:

“São Vicente gerou um impulso de caridade que dura nos séculos. Por isso, hoje, quero encorajá-los a prosseguir este caminho, nas pegadas do seu Fundador, propondo-lhes três simples verbos, que acho importantes para o espírito Vicentino, mas também para a vida cristã em geral: adorar, acolher, ir”.

Explicando o sentido de cada um destes verbos, Francisco disse que “adorar” é um dos convites de São Vicente para cultivar a vida interior e dedicar-se à oração, que purifica e abre o coração. Para ele, a oração é essencial. Não é somente um dever e nem um conjunto de fórmulas, mas é estar com Deus e a Ele entregar-se. A adoração também proporciona paz e alegria no dia a dia.

Falando sobre o verbo “acolher”, o Papa disse que não se trata apenas de receber bem alguém, mas ser acolhedores, disponíveis, desapegados. Que São Vicente, acrescentou Francisco, “nos ajude a dar o justo valor a este DNA eclesial do acolhimento, da disponibilidade e da comunhão.

Por último, o Santo Padre explico o sentido do verbo “ir”. O amor é dinâmico, faz sair de si e leva a deixar a própria comodidade, com simplicidade e entusiasmo, para ir pelo mundo, para levar o fogo do amor e da caridade. E o Papa concluiu:

“Queridos irmãos e irmãs, agradeço-os por estarem em movimento pelas estradas do mundo, como São Vicente lhes pediria também hoje. Faço votos de que não parem, mas continuem, através da adoração, a atingir o amor de Deus e a difundi-lo ao mundo, contagiando-o com a caridade, a disponibilidade e a concórdia”.

O Santo Padre se despediu dos cerca de onze mil membros da Família Vicentina, concedendo a todos e aos pobres que encontrarem, a sua Bênção Apostólica. (MT)


Fonte: Rádio Vaticano

Leia Também “Virtudes” é o tema da 8ª edição do calendário da APAE Presbíteros refletem sobre o cuidado de si mesmo em São Leopoldo Confira a programação da Paróquia São Francisco de Assis Cáritas Estadual terá assembleia em Passo Fundo