Estamos na final

Postado por: Cristian Queiroz

Compartilhe

O Grêmio está de volta a uma final de Libertadores da América, o título mais importante do continente. A última vez foi há dez anos, naquele baile que tomamos do Boca Juniors. É bem verdade que aquele tinha Riquelme no seu melhor momento e aquele Grêmio tinha Tuta no ataque. Mas chegamos. Hoje é diferente, hoje temos Luan, Barrios, Geromel, Kanneman, Grohe, Michel, Arthur, Edilson, Cortes, Ramiro, Fernandinho, Everton, Jael, Paulo Vitor, Bressan, Marcelo Oliveira e outros. Sim, eu acho o Grêmio tecnicamente superior ao Lanús, mas isso só vai fazer diferença se além da qualidade o desejo do Grêmio for maior que o do Lanús.

Na Libertadores não tem jogo fácil, fácil é enfrentar o CRB, Ceará, ABC, Luverdense. Mas mesmo assim o Grêmio tornou seus confrontos mais tranquilos, venceu bem o Barcelona fora e administrou em casa, contra o Botafogo o confronto foi mais complicado, mas o Grêmio conseguiu a classificação. Agora, a final com os Argentinos não será nem um pouco tranquila, time argentino é chato, sabem jogar essas competições e na sua casa fazem um inferno. Confio no Grêmio, acredito em um bom resultado na Arena e o controle do jogo na Argentina. Sim, o Grêmio vai ser tri da América.

E se não for, se eu estiver errado, se o Grêmio perder o título, ok, é do jogo, faz parte.

PASSO FUNDO FUTSAL

Hoje à tarde acontece o julgamento da confusão no jogo contra o Parobé. Eu estarei acompanhando direto de Porto Alegre e trazendo as informações. Espero que a vaga para a final e consequentemente para a Liga Gaúcha seja decidida dentro de quadra e não em tribunal.

O Passo Fundo Futsal deve ser punido pelo que fizeram os seguranças. O Parobé precisa ser punido pelo que os seus jogadores fizeram. Porém eliminar uma das equipes não é a saída mais justa.

Boa segunda!

Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”