O papel das mídias junto ao tradicionalismo

Postado por: Isadora Fochi

Compartilhe

Quando todo o tradicionalismo organizado se iniciou, em 1947, a meio de comunicação mais famoso era o rádio, e foi também a ele que Paixão Cortês recorreu para chamar as pessoas a conhecer o recém-nascido tradicionalismo.

Sem dúvidas, os veículos de comunicação e o tradicionalismo sempre foram parceiros na divulgação de tudo o que hoje defendemos e, conforme passa o tempo, o tradicionalismo mais usufrui desses meios para propagar-se.

O século XXI é uma era desafiadora, uma era globalizada em que o que é postado em questão de minutos, repercute no mundo inteiro. Muitos podem dizer que isso prejudica o tradicionalismo, que não é algo de raiz, porém o Movimento sempre buscou adaptar-se às mudanças temporais. Exemplos disso não faltam: a própria TV Tradição é um deles, uma vez que consegue transmitir um evento para qualquer lugar do mundo; outros exemplos como muitos blogs, páginas no Facebook, sites, jornais, enfim, evidenciam esta parceria.

A própria Rádio Planalto é uma grande parceira do tradicionalismo, pois ao ceder espaço às publicações assim, auxiliam que o alcance do mesmo se multiplique. A facilidade que hoje existe para o compartilhamento de informações é tamanha, pois cada um pode a fazer acontecer uma vez que tenha acesso a estes veículos de comunicação.

E não só pode como deve, pois ao compartilhar seja um acontecimento, conhecimento ou uma simples notícia, você pode fazer alguém se tornar um tradicionalista ou olhar com outros olhos para o movimento, é justamente uma corrente.

Assim, me parece justo citar os versos de Carlos Omar Villela Gomes em Costeando o Mundo, "Bem assim é o nosso mundo; Bem assim faz nossa gente... Une passado e futuro, sob o elo do presente. Insiste em criar o novo, honrando o mundo que herdou.", assim somos nós, assim é o tradicionalismo.

Tentamos aos poucos nos adaptar as facilidades, mas sem nos esquecer das nossas raízes.

Somos os responsáveis por garantir que a corrente da comunicação em prol do movimento se fortalece e se enriqueça. Uma vez fortalecida irá crescer, uma vez que cresce, mais pessoas atingirá, e assim iremos preparar o futuro e a divulgação do tradicionalismo.

Leia Também Falecimento de titular de firma individual causa a extinção da execução fiscal Treinamento psicológico e o efeito no grupo A ciência como ferramenta para a sabedoria Quebra-molas são permitidos, “em casos especiais”