CDL nos Bairros encerra com recorde de público

Compartilhe
Foto: Eduarda Perin/CDL   Foto: Eduarda Perin/CDL 

Motivação, tendências do varejo, marketing de relacionamento, vendas e liderança empreendedora foram temas dos cinco encontros promovidos pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Passo Fundo através do CDL nos Bairros. O projeto, em sua oitava edição, busca capacitar empresários e colaboradores, além de aproximar entidade e associados.

O último encontro ocorreu na noite de quinta-feira, dia 09 de novembro, no bairro Petrópolis e teve como palestrante a Master Coach Michele Daandels. “Liderança empreendedora” foi o tema da palestra, que reuniu mais de 160 pessoas, no restaurante Espetão Grill.

Para Michele, “um líder empreendedor precisa gerenciar a si mesmo para depois gerenciar os outros, saber lidar com as suas emoções e as emoções dos outros e entender que os seres humanos reagem de maneiras diferentes frente às situações”, enfatizou.

A oitava edição do projeto contou com um novo formato: um evento, um palestrante e um tema diferente para cada uma das cinco principais regiões da cidade: São Cristóvão, Vera Cruz, Petrópolis, Boqueirão e Centro. Nos anos anteriores, a mesma palestra percorria os cinco bairros.

Conforme a vice-presidente da CDL, Carina Sobiesiak, o novo formato possibilitou que os empresários e seus colaboradores fossem capacitados em diversas áreas da empresa. “Foram abordados assuntos atuais e relevantes para a classe empresarial: empreendedorismo, motivação, tendências, relacionamento com o cliente, vendas e liderança”, enfatiza.

Com o apoio da Universidade de Passo Fundo (UPF), do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), da Cooperativa Sicredi Integração de Estados RS-SC e do SEBRAE, a oitava edição do CDL nos Bairros contou com a participação de mais de 1.100 pessoas.

Leia Também Paraí e Ivoti vão eleger prefeitos neste domingo Presidente da BSBIOS é uma das 100 personalidades mais influentes do agronegócio brasileiro MP pede bloqueio de R$ 24 milhões de Lula e seu filho Polícia de Portugal mata brasileira por engano