Mais de 600 corações vibraram pela educação

Postado por: Amilton Rodrigo de Quadros Martins

Compartilhe

No último sábado dia 11/11, o Tech Oscar, evento de formatura do programa Letramento em Programação do Instituto Ayrton Senna, fez mais de 600 corações vibrarem de alegria ao perceberem que a educação pode e deve ser relevante, contextualizada e engajadora, unindo escola,  família, poder público e instituição de ensino superior.

Mesmo trabalhando com tecnologia de última geração, o letramento não tem por finalidade a tecnologia, mas sim faz seu uso com objetivo de desenvolver competências essenciais do cidadão do século XXI, como criatividade, colaboração e capacidade de resolver problemas, causando impactos comportamentais para toda a vida, tanto nos estudantes e suas famílias, quanto seus professores e escola e, por consequência, a sociedade como um todo.

Ao criar programas, jogos e robôs, os jovens aplicam a mesma metáfora antiga de criar seu próprio brinquedo ao invés de simplesmente comprá-los, estimulando o protagonismo e autoria no seu comportamento cotidiano, deixando em segundo plano o simples consumo de tecnologia para colocar no seu lugar a criação e autonomia.

No evento, mais de 250 alunos de 22 escolas dos municípios de Carazinho, Coxilha, Lagoa Vermelha, Marau, Passo Fundo, Sananduva e Tapejara se formaram, marcando o encerramento do fantástico trabalho realizado em 2017 pela parceria do Instituto Ayrton Senna com a Imed, e apoio das Secretarias Municipais de Educação dos seus municípios.

Durante o encontro, os estudantes apresentaram seus projetos para pais, professores e convidados nos laboratórios de informática da IMED, e mais tarde receberam certificado e medalha das mãos dos Secretários Municipais de Educação no Auditório lotado da Escola Menino Jesus, durante apresentação das fotos de sua escola e seus projetos, fortalecendo a autoestima e engajamento dos jovens aprendizes pela educação.

O programa, segue tendências mundiais de grandes referências em educação, como os EUA, Finlândia e Austrália, de utilizar a programação de computadores como ferramenta de autoria e protagonismo, conforme já apresentado em: http://rdplanalto.com/noticias/26151/casa-branca-anuncia-investimento-inedito-em-programacao-de-computadores-na-educacao-americana

Em 2018, a expectativa da parceria é consolidar o Letramento nos municípios parceiros e atrair mais municípios para a parceria, apoiando a formação de um polo educacional de vanguarda na região, sendo referência nacional na prática da Programação de Computadores na Educação Básica, seguindo tendências mundiais com esse objetivo.

Professor Amilton Rodrigo de Quadros Martins

Líder InovaEdu – Laboratório de Ciência e Inovação para a Educação

Leia Também 33º Domingo do Tempo Comum. O Enart, de novo! A importância de ter uma recepcionista/secretária preparada em seu consultório. Feito é melhor que perfeito