Transporte coletivo entre boatos e incertezas

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

No final deste mês acontece à licitação do transporte coletivo de Passo Fundo, a primeira da sua história. Por enquanto nenhuma empresa garantiu participação, nem mesmo as que atualmente operam a prestação do serviço. Existem muitos boatos por aí, entre eles que um empresário do ramo de farmácias, teria interesse em participar e diversificar os seus negócios, outro é que a empresa Transpasso, não teria condições de cumprir o edital e obrigatoriamente deve encerrar as suas atividades, demitido os cerca de 50 trabalhadores que tem ou então ser vendida para alguém ou ainda participar em parceria com a própria Coleurb. A grande curiosidade é saber se vem empresa de fora, está tudo muito quieto. A verdade é que Passo Fundo tem um bom transporte coletivo e depois da licitação ninguém sabe como vai ser.

 

População precisa ser estimulada a “pegar ônibus”

Junto com a licitação, que traz novidades, como novas linhas e passagem integrada, é preciso criar novas situações que estimulem as pessoas a andar de ônibus, como desafogar o trânsito na área central e dar prioridade para o transporte coletivo. Uma medida que encontra resistência no comércio é estabelecer uma faixa preferencial, desde o colégio Fagundes até a rodoviária. Não se trata de exclusividade, nem de corredor de ônibus, basta apenas retirar algumas vagas de estacionamento do lado direito da via, onde prioritariamente andariam ônibus e veículos em situação de emergência. É muito simples, desde que se tenha educação e compreensão e se pense na maioria, pode tirar privilégios de alguns, pode ser, mas temos que pensar no conjunto, como sociedade.

                                                         

Lei trabalhista na pauta do Frente e Verso

Neste sábado a nova legislação trabalhista em vigor no país estará em debate, tanto do ponto de vista do empresário, como do trabalhador. São muitas as mudanças à população está carente de informações. Tem coisas boas na nova legislação, assim como tem algumas consideradas perdas para quem trabalha. Na balança do que mudou a legislação ficou melhor ou pior? Este será o tema do programa Frente e Verso, de sábado pela Rádio Planalto, a partir das 10 horas. Participe com a sua opinião, na nossa programação ou nas redes sociais.

 

Dizem por aí... Que para cumprir as exigências no edital de licitação do transporte coletivo, as empresa vão precisar aumentar bastante o valor da tarifa em Passo Fundo. Será verdade? 

Leia Também Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia CNBB: qual a nossa missão?