Rossato e Tonial: crescimento com os pés no chão

Compartilhe

    A cerealista Rossato e Tonial, de propriedade de Jossemir Rossato e Emeri Tonial, iniciou suas atividades em 2005, na localidade de Colônia Miranda (Sertão). Quatro anos depois, a empresa construiu uma nova unidade na localidade de Vista Alegre (Estação). E em 2015, inaugurou sua terceira unidade em Getúlio Vargas, acesso para Charrua. Hoje, a empresa tem capacidade para armazenar 37.200 toneladas, mas os projetos dos silos permitem expansão quando for necessário.

Construímos pensando para 15 anos na frente, até porque há pouco tempo se produzia 40 sacas de soja por hectare e hoje não é mais novidade, produtividades de 100 sacas”, diz o empresário Jossemir Rossato.

Sobre o crescimento da empresa, que recebeu 1,3 milhão de sacas de soja, milho e trigo nesse ano, Rossato afirma que é um setor onde não se pode fazer aventura, é preciso trabalhar com uma margem que possa dar continuidade ao negócio e remunerar o produtor. Destaca também a seriedade no tratamento ao agricultor, recebendo a produção e pagando corretamente.

Ao falar sobre o preço da soja que está estagnado há seis meses, explica que é resultado do aumento na produção mundial, da redução da área de milho em prol da soja e que a tendência é seguir nesse patamar de pouco de mais de R$ 60,00 a saca porque os Estados Unidos estão colhendo uma safra grande, ao menos que ocorra alguma alteração substancial no câmbio ou no clima de agora em diante no Brasil.  

Leia Também Antecipada entrega de sementes de milho e sorgo na segunda etapa do Programa Troca-Troca IBGE estima queda de 8,9% na safra de grãos em 2018 Município adquire 320 toneladas de calcário FETAG cobra políticas compensatórias frente ao Mercosul