A importância de manter os horários das refeições

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe

A ciência da nutrição é algo fantástico, novidades estão sendo descobertas através de pesquisas cientificas, as quais interferem no estio de vida.

Recentemente participei de um evento muito importante na área de Nutrição em Santa Catarina, que abordou vários assuntos do momento, entre eles a importância da regularização de nossa rotina diária para equilibrar hormônios, fome, saciedade, sono e saúde em geral.

Nos dias de hoje, vivemos uma rotina totalmente corrida com nossas rotinas de trabalho, estudo, cuidados da família entre outros, fazendo com que nossa alimentação fique em segundo plano, e com isso, algumas pessoas acabam invertendo as refeições, ou seja, passam o dia todo sem se alimentar e a noite acaba excedendo nas porções.

Nosso corpo é uma máquina perfeita que quando sobra ou falta nutrientes, ele dá um jeito de equilibrar as funções vitais.

O problema de comer em excesso à noite, é que nosso organismo não é programado para fazer uma digestão mais forçada nesse período, mas sim ao meio dia. Aquele ditado que diz: Tomar café como um rei, almoçar como príncipe e jantar como mendigo, deve ser modificado para: tomar café como príncipe, almoçar como rei e jantar como mendigo.

É no horário do almoço que nosso corpo ativa as enzimas que fazem parte da digestão, e evita que você exceda demais a noite. Pesquisas mostram que quando você mantem o café da manhã e almoço corretos, aumenta as chances de mais 70 % de manter o controle alimentar.

Portanto, nada de pular refeições, mantenha a regularização dos horários para manter seu corpo em equilíbrio e evitar a alteração de peso.

Leia Também Precisamos ser competitivos Alimentação durante o tratamento da infecção urinária Estado falha e municípios pagam a conta da saúde O cão, o trigo e o Fusca