As pessoas são diferentes de você

Compartilhe

A cada dia, interagimos com diversas pessoas, seja no contexto familiar, no trabalho ou em momentos de lazer. Todas essas pessoas possuem algo em comum: são diferentes de nós. Por sua vez, tem vezes que insistimos em acreditar que elas pensam e agem da maneira como nós pensaríamos e agiríamos, e acabamos frustrados e decepcionados com as outras pessoas.

Quando não entendemos que as pessoas são diferentes de nós, alguns pensamentos podem surgir na nossa mente: "porque aquela pessoa não faz isso do jeito que eu faço?" "se eu estivesse no lugar dela, faria bem diferente”. Junto de tais pensamentos podem surgir emoções como a raiva e a tristeza por as coisas não acontecerem da maneira como imaginaríamos.

É natural do ser humano depositar expectativas nas outras pessoas, bem como imaginar que a pessoa faria algo da mesma forma como você faz. Por sua vez, quando você percebe que a outra pessoa não está agindo da forma como você gostaria, talvez esse seja o grande momento de perceber que aquela pessoa possui as suas próprias razões para estar agindo daquela forma. Essa pessoa tem a sua história de vida, tem as suas escolhas e interesses, que são diferentes dos seus.

Não precisamos nos sentir culpados por esperar muito das pessoas. O que podemos fazer é identificarmos quando isso acontece e o quanto isso está trazendo sentimentos desagradáveis.
Também podemos ter cuidado com pensamentos do tipo: "Já que eu faço tudo por essa pessoa, ela tem que fazer tudo por mim". Ora, se você faz de tudo por determinada pessoa, faz isso por escolha própria e não há por que exigir da outra pessoa o mesmo, pois aquela pessoa tem as suas escolhas. Talvez a estratégia mais interessante seja mudar o próprio comportamento (não fazer tanto por aquela pessoa), ao invés de simplesmente esperar uma mudança por parte da outra pessoa.

Ao mesmo tempo em que percebermos as diferenças entre nós e as outras pessoas, também podemos perceber as semelhanças: todos temos lutas e dificuldades diárias, sonhos que queremos alcançar, sentimentos que fazem parte do nosso dia a dia.
Perceber nossas semelhanças nos auxilia a nos colocar no lugar das outras pessoas, ou seja, a ter empatia. Por sua vez, percebermos nossas diferenças também nos auxilia a compreender que cada pessoa tem as suas escolhas e as suas histórias, nem melhores, nem piores do que que as nossas: apenas diferentes.

Leia Também Por que usar Emojis nas Redes Sociais? Sistema de Gestão Ambiental nas empresas Combate ao Golpe do Bilhete Premiado “João é seu nome”