Telha de trouxa!

Postado por: Odilon Garcez Ayres

Compartilhe

Sinceramente, estou indignado com o que vem acontecendo no Rio Grande do Sul, desde que me conheço por gente. São 70 anos de invernias, vendo e ouvindo que temporais de chuvas e granizos danificaram milhares e milhares de casas, galpões e aviários, e os nossos “desgovernantes” continuam agindo como se fosse a coisa mais natural do mundo.

E inertes, sem reagir.

Com a razão, vendo com os próprios olhos, que os grandes culpados são os fabricantes da telhas de amianto, de quatro, cinco e seis milímetros, sendo que as de quatro, ao menor impacto, - até com uma cagada de passarinho -, quebram, se desmancham, não servem para nada, nem para cobrir uma estrebaria, pois mataria o cavalo. Mas serve para a burrice humana, para cobrir sua residência e aviários, com esse objeto desprezível.

Paulatinamente, substituam a doação ou reposição da Defesa Civil, por folhas de zinco ou flandres, ou tragam para o sul essa fábrica de telhas com tetra pak, lá de Vicente Pires, comprovadamente resistentes ao peso de uma pessoa, e acionem o Inmetro, para que certifiquem as telhas de amianto para um uso correto, apesar de sabermos que elas tinham que serem abolidas e são cancerígenas.

Fica aqui o meu registro, o meu protesto e o meu pedido de solução para essa vergonhosa e sistemática situação do povo gaúcho.

 

Leia Também Divisão de Acesso: avanços e retrocessos no regulamento Xiii, o Grêmio está em Dubai! Não vamos deixar o Papai Noel roubar a cena O Severino do Grêmio!