As tristezas do final do ano

Postado por: Caroline Garcia Silva

Compartilhe

Nesta época do ano, as pessoas acabam ficando mais reflexivas, representa um tempo de encerramento, conclusão. É natural como todo fim, que gere tristezas. Essa reflexão é normal. 

O ano que se encerra poderá remeter a várias perdas que ocorreram durante esses meses do ano, entre elas um ente querido que morreu; a perda do emprego; uma separação; uma doença, que significam grandes mudanças na vida, na rotina pessoal. Especialistas dizem que a perda de alguém só é superada depois de seis meses a um ano de luto. Fazer de conta que este fato, não afeta a vida é lutar contra um sentimento que mais tarde poderá voltar em forma de depressão.

Algumas dicas que poderão auxiliar a diminuir a tristeza: começar uma atividade como caminhada, natação, ciclismo, dá ao corpo e à mente uma disposição nova capaz de animar o resto do dia; massagens relaxantes ajudam a ganhar nova disposição e a sentir-se vivo; exercitar o pensamento positivo; participar de grupos, procurar estar mais tempo com as pessoas de quem gostamos e falar com elas, pois conversar, colocar para fora o que está dentro de nós, vai com certeza trazer um alívio.

É necessário que haja um grande cuidado em se analisar se a pessoa fica triste ou apresenta traços característicos de depressão. A depressão precisará ser cuidada por especialistas, muitas vezes com psicoterapia e medicamentos. Vários sintomas podem servir de alerta, entre eles: alterações comportamentais que se repetem por semanas; irregularidade no sono (insônia ou até sono demais); sentimentos de inutilidade ou culpa excessiva ou inadequada, que podem se juntar a ideias de suicídio e de morte; perda de interesse ou falta de prazer em quase todas as atividades; alterações no apetite; entre outras.

Depressão precisa ser levada a sério e tratada em todas as idades.

 

Leia Também Divisão de Acesso: avanços e retrocessos no regulamento Xiii, o Grêmio está em Dubai! Não vamos deixar o Papai Noel roubar a cena O Severino do Grêmio!