Tampa do motor

Postado por: Júlio César de Medeiro

Compartilhe
Se você prestar bem atenção, verá que nos Fuscas nem todas as tampas (ou capô) do motor são iguais. Perceberá ao menos três modelos diferentes: fechada, com 10 aletas e com 28 aletas.

No Brasil, até a década de 70 todos os Fuscas saíam de fábrica com a tampa do motor totalmente fechada, sem nenhuma aleta. Com a chegada do motor de 1500 cilindradas, foi adotada uma nova tampa, com 10 aletas (aberturas) posicionadas na parte de cima, 5 de cada lado. A função era permitir uma maior refrigeração do motor, onde essas aberturas fariam que o calor produzido fosse mais facilmente dissipado. Veja bem: não é então uma entrada de ar para o motor, e sim, uma saída. Esse modelo foi utilizado apenas nos Fuscas 1500 entre 1970 e 1972.

Na segunda metade da década de 70 a tampa de 10 aletas foi abandonada, junto com o motor 1500. Em seu lugar foi introduzida a tampa de 28 aletas para o Fusca 1300 L e para o 1600.  O Fusca Standart, conhecido como Fusquinha, permanecia com a tampa fechada.

O Bizorrão 1600 S teve uma tampa exclusiva, com um buraco inteiro no lugar das aletas e um scoop de plástico sobreposto.

Os últimos Fuscas 1600 da década de 80 e alguns Fuscas Itamar, na década de 90, tinham ainda uma outra aleta, logo abaixo da luz da placa, onde um sistema de sensores térmicos controlavam a abertura e fechamento dessa aleta para ajustar a temperatura do motor.

Mas, se o seu Fusca não estiver de acordo com as especificações que trouxemos, calma. Acontece que as tampas da década de 70 em diante são todas idênticas em termos de encaixe, servindo o modelo de um para outro. Assim, se o seu Fusca 1300 L estiver com uma tampa toda fechada, provavelmente essa tampa foi instalada posteriormente. E também existe muita controvérsia quanto a essas configurações, pois alguns afirmam que nem mesmo a VW mantinha um padrão definido para isso, usando o que estava disponível no momento da montagem do carro.

Leia Também Divisão de Acesso: avanços e retrocessos no regulamento Xiii, o Grêmio está em Dubai! Não vamos deixar o Papai Noel roubar a cena O Severino do Grêmio!