Pesquisa busca técnicas internacionais para construção de ciclovias

Postado por: Alcindo Neckel

Compartilhe

Dr. Alcindo Neckel - Professor do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo – IMED

O crescimento quantitativo dos veículos motorizados vem aumentando os índices poluidores e os congestionamentos nas cidades. Por isso, o uso da bicicleta como modal de transporte torna-se fundamental para diminuir problemas relacionados a emissão poluentes atmosféricos e a falta de mobilidade urbana.

Sendo, os municípios brasileiros carecem de técnicas para a construção de novas ciclovias. Vidando, o atendimento desta necessidade técnica, o Arquiteto Urbanista e estudante do programa de Mestrado em Arquitetura e Urbanismo da IMED, Maurício Kunz foi ao encontro destas diretrizes projetuais de ciclovias.

Por isso, justifica-se a necessidade de estudos sobre as potencialidades de uso da bicicleta e seu sistema projetual. Este é o foco do Arquiteto e Urbanista Maurício Kunz, que foi realizar seus estudos nas cidades que são referências pelo uso da bicicleta em escala mundial. Sendo, as cidades de Curitiba, Nantes (França) e Copenhagen (Dinamarca).

O estudo possibilitará a criação de parâmetros para a construção de modais de transportes cicloviários para as cidades brasileiras. Vale contemplar, o esforço do Arquiteto Maurício Kunz que coleta os dados da sua pesquisa fora do Brasil, buscando tecnologias que venham melhorar a cidade brasileiras e a qualidade de vida da população. 

 Na foto, o arquiteto e urbanista Maurício Kunz avaliando as ciclovias de Copenhagen (Dinamarca)

 

 

Leia Também Ministério da Saúde libera recursos para o Qualifar-SUS Alimentos ricos em Potássio Nossa Senhora da Conceição Advento: Esperar com esperança