Desconto do IPVA 2018 pode chegar a 24,73%

Compartilhe

Os contribuintes que pagarem o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2018 até o dia 2 de janeiro podem obter desconto máximo de 24,73%. O índice é menor que o do ano passado, quando a redução podia chegar a 27,27%. O valor médio do IPVA do ano que vem é de R$ 721,43. De acordo com o secretário adjunto da Fazenda, Luiz Antônio Bins, a queda no desconto leva em conta o percentual da inflação.

“O desconto máximo é composto por três fatores: pela antecipação, que corresponde a 3%, mais a não aplicação da correção monetária e os descontos de Bom Motorista e de Bom Cidadão, que permanecem iguais. A única variação que nós temos é da inflação. Nós trabalhamos no ano passado com uma estimativa de variação da Unidade Padrão Fiscal (UPF) de 7% e, neste ano, algo em torno de 3%. Isso fez com que o somatório do desconto seja um pouco menor, no comparativo com o ano passado”, explica.

Com o pagamento antecipado, o proprietário recebe abatimento de 6,09%. Além disso, são somados os descontos de Bom Motorista, podendo chegar a 15% dependendo do período sem infrações cometidas no trânsito, e de Bom Cidadão, até 5% conforme a participação no Programa Nota Fiscal Gaúcha. Esses dois abatimentos são válidos durante todo o período para pagamento do IPVA, que vai até abril.

Quem optar pelo adiantamento, pode pagar o IPVA a partir de amanhã. Basta apresentar o certificado de registro e licenciamento de veículo (CRLV) nas agências bancárias, postos de atendimento ou internet. Também há possibilidade de parcelar o tributo em janeiro, fevereiro e março – com desconto referente a cada mês (veja abaixo). Neste ano, o governo não vai encaminhar aos contribuintes correspondência por correio informando o valor do imposto. Os detalhes serão enviados por e-mail ou podem ser consultados pelo site www.ipva.rs.gov.br ou pelo aplicativo IPVA RS, disponível na APP Store e Google Play.

A previsão da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) é arrecadar R$ 2,63 bilhões com a cobrança do imposto. Desse valor, 50% é repassado para o município e o restante fica com o Estado. A expectativa é de que até o início de janeiro entrem nos cofres do Piratini cerca de R$ 390 milhões, que podem ser utilizados para auxiliar no pagamento da folha salarial. A frota total do Rio Grande do Sul é de 6,5 milhões de veículos, sendo que 2,8 milhões são isentos de IPVA (veículos com mais de 20 anos, táxis, carros de pessoas com deficiência, entre outras categorias).




________________________

Fonte: Rádio Guaíba

Leia Também Vinda da Havan à Passo Fundo gera debate de opiniões Mega-Sena poderá pagar R$ 100 milhões neste sábado Petrobras aumenta os preços do diesel e da gasolina Tratativas com a empresa Havan iniciaram em 2015