Resíduos da construção civil

Postado por: Manoela Cielo

Compartilhe

A falta de gerenciamento dos Resíduos da Construção Civil refletem graves problemas ambientais e de saúde pública em muitas cidades brasileiras, sejam eles oriundos da construção civil, reformas, demolições.

Pesquisas demostram que o Resíduo da Construção Civil representa até 70% da massa de resíduos sólidos urbanos, porém além do impacto causado pelo volume gerado, ainda existe a disposição incorreta de outros tipos de resíduos os quais se misturam com os da construção civil, como materiais orgânicos, principalmente oriundos da poda, produtos perigosos, embalagens que permitem acúmulo de água e proliferação de insetos, entre outros.

De acordo com o Panorama dos Resíduos Sólidos no Brasil publicado pela a ABRELPE – Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais, ainda de 2014, a construção civil é responsável por gerar cerca de 122.262 toneladas de resíduos por dia.

O gerador desse resíduo é responsável por sua destinação adequada, seja ele público ou privado, devendo o mesmo elaborar seu plano de gerenciamento de resíduos, que pode ser realizado por uma empresa de consultoria ambiental a qual deve observar a legislação vigente, bem como o planejamento público do município em questão.

Áreas que servem de depósito irregular desses resíduos são potenciais áreas de contaminação do solo, da água e devem ser investigadas para que as mesmas sejam recuperadas.

Soluções inteligentes como o uso de tecnologias para a reciclagem desses materiais, facilitam todo o processo de destinação adequada do resíduo, devendo as construtoras através dos seus planos de gerenciamento encontrar alternativas viáveis para reutilizar, reciclar ou dispor corretamente os resíduos gerados.

Para a efetividade dessas alternativas é fundamental o treinamento dos trabalhadores para que os mesmos estejam capacitados para realizar a correta gestão que envolve desde a caracterização até a destinação final dos resíduos nas diferentes fases de implantação e operação de uma obra, levando em conta também os locais administrativos e de logística.

São ações de conscientização ambiental em cumprimento com a legislação, através de alternativas e soluções inteligentes que farão com que o gerenciamento de resíduo da construção civil se torne um grande negócio no Brasil.

 

Leia Também Crescimento, emprego e custos de vida: o governo não entregou o que prometeu Derrota e ensinamentos na Série Prata Alimentos que tiram a fome despesas de capatazia não entram no cálculo de Imposto de Importação