UPF apresenta campanha dos 50 anos da Instituição

Compartilhe

Uma história marcada pelo compromisso com a educação e a difusão de conhecimentos que promovem a qualidade de vida e a transformação da sociedade. Para agradecer a parceria firmada ao longo das últimas cinco décadas entre a Universidade, a imprensa e a comunidade em geral, foi realizada, na noite dessa quinta-feira, 14 de dezembro, na Associação dos Professores da Fundação Universidade de Passo Fundo (APROUPF), a tradicional confraternização com a imprensa. 

Representantes de jornais, revistas, portais de notícias, emissoras de rádio e televisão, além parceiros diários da UPF, estiveram presentes no evento. O encontro reuniu deputados estaduais, representantes de prefeituras municipais e de entidades de classe, atletas e diretores das unidades acadêmicas e da estrutura multicampi. 

O reitor da UPF, professor José Carlos Carles de Souza, acolheu os convidados destacando a importância da parceria para divulgação e promoção de ações desenvolvidas pela Instituição. “A Universidade, nos meses de dezembro,  realiza esse encontro com a imprensa, sobretudo para agradecer a parceria estabelecida ao longo do ano, com a divulgação de nossas informações e conquistas. Em 2017, neste momento de celebração, além de comemorar as grandes conquistas do ano, apresentamos uma novidade que muito nos alegra, que é o lançamento das comemorações do cinquentenário da UPF”, disse. 

A vice-reitora de Graduação, Rosani Sgari, destacou que 2017 foi um ano cheio de desafios, mas de muitas conquistas, e lembrou que a Universidade manteve-se forte. “Foi um ano extremamente desafiador, com grau de complexidade muito elevado no que diz respeito aos desafios. Todos nós – professores, coordenadores de curso, diretores e funcionários – trabalhamos muito, estabelecemos uma grande equipe de trabalho e chegamos vitoriosos ao fim deste ano. Em que pese o cenário difícil no qual estamos inseridos, promovemos grandes mudanças, crescemos muito, investimos muito economicamente. Na graduação, promovemos reforma de currículos, a capacitação e fundamentalmente a formação de professores”, destacou.

Ao longo de 2017, a Universidade atuou de forma efetiva nos quatro pilares que norteiam as atividades: ensino, pesquisa, extensão e inovação tecnológica. “Este foi um ano de desafios e de consolidação, no qual recebemos avaliações maravilhosas no stricto sensu. Além disso, foi um ano em que consolidamos o UPF Parque. Enfim, foram várias conquistas e é muito bom ter um momento como esse de fechamento de tudo que foi feito, afirmou o vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Leonardo José Gil Barcellos. 

Com mais de 75 mil profissionais formados, a UPF se solidifica formando especialistas para a atuação em diferentes áreas e níveis, mas também cidadãos com postura crítica e humanista que atuam como agentes de transformação. “Foi um ano de consolidação de um projeto de qualidade, responsável, fortalecendo o elo entre a academia e a comunidade. Nós, ao longo dos anos, fomos trabalhando no sentido de aproximar instituição e comunidade, e, em 2017, conseguimos ver o quanto esse trabalho foi consolidado na vida do acadêmico e da sociedade. Então, para nós, é uma alegria se aproximar da conclusão de uma gestão que efetivou muito daquilo a que se propôs”, observou a vice-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários, Bernadete Maria Dalmolin. 

A programação artística contou com a presença do Grupo de Choro UPF, que recepcionou os convidados, e a apresentação da Deep Step Band, que encerrou o evento. 

Elo entre a Universidade e a comunidade
No encontro especial entre a Universidade e os representantes de veículos de comunicação, o gerente de Comunicação e Marketing da UPF Cristiano Mielczarski da Silva destacou a importância dos profissionais da imprensa que atuam não registando apenas fatos, mas disseminando ações que impactam na vida de toda a sociedade. “Com a confraternização, nós queremos agradecer tudo aquilo que os veículos de comunicação têm feito por nós. Foram mais de oito mil publicações impressas da Universidade ao longo do ano, fora rádio, mídias on-line e televisão, das quais não conseguimos ter a total dimensão. Então, é muito conteúdo de todas as áreas, e, por isso, esse é um momento de gratidão e de reafirmar o compromisso para o próximo ano”, destacou. 

Mielczarski da Silva também agradeceu às entidades municipais e estaduais pelo apoio e pela parceria nas diversas ações promovidas pela Instituição. 

Campanha celebra 50 anos da UPF
O evento contou com a apresentação do vídeo institucional dos 50 anos da UPF, com o slogan “Conhecimento é a nossa natureza”. A campanha celebra as cinco décadas de transformação de vidas, carreiras e empreendimentos, com o mesmo objetivo de promover o conhecimento e a transformação de vidas. 

Criada pelo Núcleo Experimental de Publicidade e Propaganda (Nexpp) da UPF, a campanha tem como base uma pesquisa realizada no início deste ano que ouviu a opinião de mais de mil entrevistados, integrando os diferentes públicos da Instituição. De acordo com coordenadora do Núcleo Experimental de Publicidade e Propaganda (NEXPP), professora Maria Goreti Betencourt, a natureza foi elemento destaque nas entrevistas, e, por esse motivo, a árvore foi o elemento escolhido como símbolo da campanha. “As pessoas também colocavam um tom significativo na natureza em que a Instituição está incrustada. Então, quando pensamos na árvore como metáfora, entendemos que ela era o ícone que mais se aproximava dessa ideia de uma trajetória na qual se fundamentam tanto o desejo de crescer, de cuidar e de ser forte quanto o fato de que uma mesma árvore gera frutos e sementes que se espalham e frutificam longe de suas raízes”, explicou Goreti.

A árvore tem uma história de início, meio e futuro, assim como a UPF, onde as árvores sempre foram elementos marcantes. A diversidade também fica contemplada na metáfora, uma vez que a natureza é pródiga e generosa, sem discriminação. O vídeo institucional apresentado possui um minuto de duração e há uma versão de 30 segundos também. Além do vídeo, há uma campanha completa, que será veiculada durante todo o ano comemorativo de 50 anos, em 2018. O projeto foi criado pelo NEXPP e a produtora contratada para dar visibilidade técnica a essa ideia foi a M2, de Porto Alegre.

Também foi criado um selo para comemorar os 50 anos da UPF. O selo é uma construção que se encaixa em forma de triângulos que se juntam em uma sucessão no círculo das cores, que vão do vermelho ao verde, passando pelo espectro do amarelo. A multiplicidade de cores e de triângulos no selo simboliza toda a história da Instituição, a diversidade cultural e o colorido da natureza que encanta a todos no campus. Além disso, cada triângulo que compõe o selo reflete o esforço e a dedicação de todos que contribuíram e ainda contribuem para o desenvolvimento da Universidade. “São alunos, professores, funcionários e comunidade, sempre juntos registrando o início e o meio e continuando a escrever um futuro”, enfatizou a coordenadora do NEXPP.

Foto: Gelsoli Casagrande 

Leia Também Coleurb realiza ação alusiva à Semana Farroupilha Mostra da Cultura Gaúcha destaca a importância do tropeirismo para Passo Fundo Exposição na UPF celebra a chegada da primavera Planalto FM parabeniza todos os gaúchos neste 20 de setembro