MPF denuncia Cabral pela 20ª vez na Operação Lava Jato

Compartilhe

Com quatro condenações e preso desde novembro de 2016, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi denunciado por corrução passiva nessa quinta (4) pelo Ministério Público Federal (MPF). Esta é a 20ª acusação contra o político: uma foi apresentada pela força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba e as outras 19 pelo MPF no Rio.

Os procuradores afirmam que esta nova denúncia apresentada em decorrência das operações “Saqueador” e “Calicute” abrange esquema criminoso de corrupção em torno dos contratos celebrados pelo governo do estado do Rio com a construtora Oriente.

Segundo a denúncia, entre 2010 e 2014, Cabral solicitou e recebeu propina de executivos da construtora. Em geral, o valor cobrado era de 1% dos contratos celebrados.

Leia Também Julgamento de Lula terá transmissão pelo Youtube Turra considera desnecessária a lei paulista sobre segunda-feira sem carne Lei que readequou carga horária de servidores deve ser revista Câmara Municipal: nova comissão representativa assumirá