Multa para pedestres e ciclistas passa a valer em abril

Compartilhe

O agente de trânsito que constatar uma irregularidade deverá preencher um “auto de infração” com dados do infrator

A partir do final de abril, pedestres e ciclistas que andarem fora das áreas reservadas para os mesmos poderão ser multados em todo o Brasil. A resolução 706/2017 foi divulgada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Detran) em outubro de 2017. Apesar de as punições já estarem previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CBT), de 1997, as regras não eram praticadas devido à falta de regulamentação.

De acordo com o Denatran, o agente de trânsito que constatar uma irregularidade deverá preencher um “auto de infração” com nome completo, do infrator. A atuação também poderá ser feita de forma eletrônica. Para pedestres que atravessarem fora da faixa, passarela e passagem subterrânea, ou, ainda, ficar no meio da rua, a taxa será de R$ 44,19, equivalente a 50% do valor da multa leve. O mesmo deverá ser pago para aqueles que utilizarem as vias - sem autorização - para práticas esportivas, desfiles, ou qualquer outra atividade desfavorável ao trânsito.

Já os ciclistas que andarem em locais proibidos ou guiarem, de “forma agressiva”, deve receber multa de R$ 130,16 e a bicicleta poderá ser apreendida. A gravidade da infração será considerada média.

Fonte:Band-SP

Leia Também Programação dos 161 anos do município acontece em agosto Toma posse a nova reitoria da UPF Rio Grande do Sul corta mais de 6,5 mil empregos em junho Acidentes de trânsito provocados por animais soltos na via