Gaúchos morrem afogados em praia do Uruguai

Compartilhe

Dois professores universitários do Rio Grande do Sul morreram afogados, nesse sábado, no litoral uruguaio. 

Ex-professor da Uniritter e sócio-proprietário de uma agência de comunicação, o jornalista Robson Pandolfi, de 31 anos, desapareceu no mar na altura da praia de Portezuelo, em Maldonado, a cerca de 40 km de Punta Del Este. Amigo dele, Alexandre Batista, de 38, que era natural de Viamão e professor de História na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), também faleceu.

Conforme o jornal uruguaio Semanário, os dois se afogaram após tentar salvar um menino de dez anos, sobrinho de Pandolfi, que conseguiu sair das águas com vida. Segundo o jornal, a dupla pode ter sido arrastada por uma corrente marítima e não conseguiu retornar à areia. A Prefeitura de Maldonado tentou fazer o resgate ainda no sábado, mas não os encontrou. Ainda de acordo com a imprensa uruguaia, os três entraram no mar em um horário sem expediente de guarda-vidas na praia.

Os corpos, encontrados na manhã desse domingo (07), em Punta Ballena. Pandolfi, que era natural de Mariano Moro, deve ser sepultado no Rio Grande do Sul.


_________________________

Fonte: Rádio Guaíba

Leia Também STJ libera posse de Cristiane Brasil para Ministério do Trabalho Previsão do tempo para o fim de semana Collor anuncia que vai concorrer a presidente da República em 2018 É neste sábado o Concurso da Mais Bela Comunitária em Passo Fundo