Gaúchos morrem afogados em praia do Uruguai

Compartilhe

Dois professores universitários do Rio Grande do Sul morreram afogados, nesse sábado, no litoral uruguaio. 

Ex-professor da Uniritter e sócio-proprietário de uma agência de comunicação, o jornalista Robson Pandolfi, de 31 anos, desapareceu no mar na altura da praia de Portezuelo, em Maldonado, a cerca de 40 km de Punta Del Este. Amigo dele, Alexandre Batista, de 38, que era natural de Viamão e professor de História na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), também faleceu.

Conforme o jornal uruguaio Semanário, os dois se afogaram após tentar salvar um menino de dez anos, sobrinho de Pandolfi, que conseguiu sair das águas com vida. Segundo o jornal, a dupla pode ter sido arrastada por uma corrente marítima e não conseguiu retornar à areia. A Prefeitura de Maldonado tentou fazer o resgate ainda no sábado, mas não os encontrou. Ainda de acordo com a imprensa uruguaia, os três entraram no mar em um horário sem expediente de guarda-vidas na praia.

Os corpos, encontrados na manhã desse domingo (07), em Punta Ballena. Pandolfi, que era natural de Mariano Moro, deve ser sepultado no Rio Grande do Sul.


_________________________

Fonte: Rádio Guaíba

Leia Também Acidentes de trânsito provocados por animais soltos na via Chuva volta ao Rio Grande do Sul nesta sexta CDL nos Bairros aborda estratégias de marketing CDL reúne empresários para tratar sobre o comércio ilegal