Saques de PIS/Pasep devem injetar R$200 milhões no varejo

Compartilhe

Projeção foi divulgada pela Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo, AGV

O varejo do Rio Grande do Sul ganha mais um estímulo financeiro para esse começo de ano. Com a liberação do saques de PIS/Pasep, desde o dia 8 de janeiro, o comércio gaúcho deve absorver R$ 200 milhões dos até R$ 530 milhões estimados para os beneficiários do estado. É o que projeta da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo - AGV.

De acordo com a presidente da CDL Passo Fundo, Carina Sobiesiak, os valores que serão injetados na economia com os saques do PIS/Pasep reforçam a expectativa positiva para o comércio em 2018.  “Já estamos vivendo um novo momento econômico que carrega consigo uma expectativa de crescimento para o comércio, para a indústria e para o setor de serviços”, comenta.

Ainda de acordo com ela, a expectativa positiva para o comércio é proveniente dos resultados obtidos no último Natal, quando as empresas registraram um aumento de até 4% nas vendas, impulsionadas por um cenário macroeconômico de juros baixos, redução da inflação e aumento da empregabilidade e da confiança do consumidor.

Para o novo presidente da AGV, Ricardo Diedrich, os recursos do PIS/Pasep deverão ser destinados para as atrações oferecidas pelas liquidações, na compra do material escolar, compra de eletrônicos e equipamentos para utilização no verão, tais como ar condicionado e ventiladores.

Ainda segundo a Associação, os saques deverão injetar até R$ 7,8 bilhões na economia nacional, beneficiando 4,5 milhões de pessoas. Se consideradas as pessoas que têm direito às cotas, mas ainda não fizeram a retirada, a liberação de recursos pode chegar a R$ 21,4 bilhões, beneficiando até 10,9 milhões de cotistas.

Leia Também Dólar fecha quarta em queda cotado a R$ 4,14 Bancos privados poderão fazer o depósito do PIS/Pasep Sistema de saque do PIS fora do ar em Passo Fundo Receita libera consulta ao segundo lote de restituição do IR 2018