3º Domingo do Tempo Comum.

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
Celebramos neste domingo o dia mundial da Religião e o dia Nacional do Combate à Intolerância Religiosa.
Você tem a sua religião e não abrirá mão do direito de professá-la fielmente. Assim sendo, evite discutir sobre a religião dos outros. Religião é ligação do homem com Deus. É coisa sagrada. Cada um tem o direito inalienável de adotar a crença que lhe pareça melhor para a sua tranquilidade interior, e ninguém tem o direito de zombar dela, nem questionar. Respeite sempre a convicção religiosa de seu semelhante. Esta é a única maneira de exigir que a sua seja respeitada. 
O Papa Francisco sempre recomenda e alerta para que vivamos livremente e respeitosamente. uns com os outros, acolhendo-nos como irmãos que somos do mesmo Pai. Vamos viver em paz?
O evangelho de Jesus Cristo, segundo evangelista Marcos 1,14-20 nos leva ao início da pregação de Jesus Cristo, propriamente dito,  com dois comportamentos: fazer penitência  e crer no Evangelho. Jesus chama os primeiros discípulos para segui-lo: Simão e André, Tiago e João, fazendo deles "pescadores de homens". Chegara a hora de anunciar o Reino de Deus. Jesus os convida  para ajudá-lo e forma a primeira comunidade. 
Seguir Jesus implica largar tudo que possa nos afastar Dele. As coisas do mundo devem ficar para trás, em último lugar. O processo da conversão é muito exigente e somos convidados nos nossos dias atuais a fazê-lo. O que faremos para aceitar o convite a conversão? Seremos capazes de deixar as coisas mundanas e nos unir em penitência e corrigir nossos atos? 
Pensemos nisso durante a semana que iniciamos.


Leia Também 16º Domingo do Tempo Comum. Teve compaixão Vantagens do Programa Sustentabilidade Ambiental Empresarial Um Fusca com roupa de Jipe