Câncer de pâncreas: estadiamento

Postado por: Jorge Carlotto

Compartilhe

O estadiamento descreve aspectos do câncer, como localização, se disseminou, e se está afetando as funções de outros órgãos do corpo. Conhecer o estágio do tumor ajuda na definição do tipo de tratamento e a prever o prognóstico do paciente.

O sistema de estadiamento utilizado para o câncer de pâncreas é o sistema TNM da American Joint Committee on Cancer. O sistema TNM utiliza três critérios para avaliar o estágio do câncer: o próprio tumor, os linfonodos regionais ao redor do tumor, e se o tumor se espalhou para outras partes do corpo.

Embora não sejam formalmente parte do sistema TNM, outros fatores também são importantes na determinação do prognóstico de um paciente:

Grau do Tumor: O grau é classificado de G1 a G3 (às vezes de G1 a G4), onde G1 tem o melhor prognóstico. Os detalhes da classificação são um pouco diferentes entre os tumores de pâncreas exócrinos e neuroendócrinos.

Extensão da Ressecção: Outro fator importante para pacientes que fazem a cirurgia é a extensão da ressecção. Envolve a possibilidade de uma ressecção completa ou incompleta (todo o tumor visível foi removido, mas os exames das amostras em laboratório mostram que pequenas áreas do tumor não foram retiradas durante o procedimento cirúrgico).

O sistema de estadiamento TNM fornece um resumo detalhado da disseminação da doença. Mas, para fins de tratamento, os médicos utilizam um sistema de estadiamento mais simples, que classifica os tumores em grupos:

Ressecável: Se um tumor está localizado apenas no pâncreas (ou se disseminou próximo ao órgão) é denominado operável. É importante mencionar que, embora, alguns tipos de tumores possam parecer ressecáveis pelos exames de imagem, muitas vezes durante a cirurgia pode se tornar claro que nem todo o tumor pode ser retirado. Nestes casos, retira-se apenas uma amostra do tecido para confirmar o diagnóstico. E a cirurgia é interrompida para evitar efeitos colaterais importantes.

Borderline: Este termo é usado para descrever alguns tipos de câncer que possam ter alcançado os vasos sanguíneos próximos, mas que os médicos acreditam que podem ser completamente removidos cirurgicamente. Isto inclui tumores em estágio III do sistema TNM.

Iressecável: Estes tumores não podem ser totalmente removidos cirurgicamente.

Localmente Avançado: Se o tumor ainda não está disseminado, mas não pode ser removido completamente durante a cirurgia é denominado localmente avançado. Muitas vezes, a razão do tumor não poder ser retirado é porque cresceu muito ou está circundado por grandes vasos sanguíneos.

Metastático: Se o tumor se disseminou para outros órgãos é denominado metastático. Estes tumores não podem ser completamente removidos cirurgicamente. Nestes casos, a cirurgia pode ainda ser realizada, mas apenas para aliviar os sintomas da doença.

Na próxima semana, conversaremos sobre seu tratamento. Até logo e uma ótima semana a todos!

** A Fundação Cultural Planalto de Passo Fundo não se responsabiliza pelo conteúdo dos seus colunistas. A responsabilidade é exclusiva de cada autor. 

Leia Também Valores e princípios Falar alto, falar pouco e falar bem Desembargador do TRF-3 libera frigoríficos de recolher FUNRURAL Sentimentos de igualdade