Universidades gaúchas decidem no fim de janeiro se permanecem no Fies

Compartilhe


As universidades gaúchas da rede privada ainda debatem se mantêm ou não a adesão ao Financiamento Estudantil (Fies) após as mudanças realizadas pelo governo federal. O prazo para a decisão, que inicialmente era 19 de janeiro, foi prorrogado para o fim do mês.

De acordo com o Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung), o principal entrave relacionado à adesão reside no fato de que, pelas regras novas, o governo deixa de ser o garantidor de pagamento aos bancos das mensalidades em atraso. Com isso, as universidades devem ser as fiadoras, além de abrir mão de 40% do valor original da mensalidade.

No início de janeiro, o Sindicato do Ensino Privado (Sinepe/RS) chegou a emitir uma nota orientando que as universidades gaúchas não façam a adesão. Algumas universidades ligadas ao Comung já se reuniram para debater o tema, mas a divulgação da adesão vai ser feita de forma conjunta.


Fonte:Jéssica Moraes/Rádio Guaíba

Leia Também Termo de cooperação assegura melhoria na rede elétrica das escolas estaduais Teatro Municipal volta a receber espetáculos em março Cerca de 200 mil pesquisas são acessadas na Base de Dados da IMED Escola Padre Alcides tem seu primeiro dia de aulas