Vereador Toson propõe o Dia da Liberdade de Impostos em Passo Fundo

Compartilhe

O vereador Roberto Gabriel Toson (PSD) propôs um Projeto de Lei, já aprovado na Câmara e sancionado pelo Executivo, que institui o Dia da Liberdade de Impostos no município. A viabilidade de execução de ações conjuntas, entre os setores do comércio, indústria e serviço, foi debatida pelo parlamentar com representantes de entidades de classe nesta terça-feira (30).

O movimento voltado à conscientização deve ocorrer no dia 1 de junho. Todas as empresas são convidadas a participar, seja ofertando aos consumidores descontos equivalentes à quantidade de impostos sobre produtos ou promovendo outras ações que atendam à finalidade da data. Durante o encontro, Toson buscou o apoio das entidades para que haja uma mobilização coletiva. “As lojas, por exemplo, já realizam promoções durante o ano. Os descontos poderiam ser concentrados no dia 1 de junho para que trabalhemos, em grupo, a questão dos impostos e consigamos trazer mudanças à percepção das pessoas”, explicou.

O diretor executivo da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Onis Casagrande, evidenciou o apoio da entidade à mobilização. Ainda, buscou alternativas aos empresários que não têm como ofertar descontos da proporção dos impostos. “Em determinados casos, o imposto representa metade do valor de um produto e, ao oferecer esse desconto, a empresa deverá pagar por ele. Nestas situações, é possível que os empresários encontrem outras formas de fazer parte da campanha”, salientou.

Uma das possibilidades elencadas por Toson é um sorteio, promovido por vários estabelecimentos. O parlamentar comenta que esse sorteio pode ocorrer por meio da elaboração de questionários sobre os impostos, que busquem saber se os consumidores sabem o quanto estão pagando de impostos. “O consumidor que acertar ou chegar mais próximo da resposta ganha o produto”, disse.

Protestos pacíficos que chamam atenção à quantidade de impostos que os brasileiros pagam acontecem em muitos locais do país. O Projeto de Lei foi apresentado no Legislativo de Passo Fundo no ano passado, após um posto de gasolina da cidade aderir ao movimento nacional e vender o litro de gasolina a R$ 2. A matéria é baseada em um movimento existente há mais de 10 anos em Belo Horizonte e busca que a mobilização seja estrategicamente definida e conte com o maior número de apoiadores.

Durante o encontro, estiveram presentes, ainda, o diretor da CDL, Mateus Pittol, o vice-presidente da Acisa, Marcos Silva, que mostraram interesse em contribuir com a conscientização, e os vereadores Mateus Wesp (PSDB) e Leandro Rosso (PRB).

Foto: Comunicação/Câmara de Vereadores

---

Leia Também Prefeito anuncia obras no Cras e na escola do bairro São Luiz Gonzaga Passo Fundo terá evento do Dia Mundial em Memória das Vítimas do Trânsito Encerramento do Movimento pela Paz Sepé Tiaraju acontece no Parque do Gare Bairro a Bairro no São Luiz Gonzaga acontece neste sábado