PPM - Passadas por minuto

Postado por: Angela Pellicioli

Compartilhe

Mais um novo termo está se tornando popular no mundo das corridas, PPM (passadas por minuto). Similar com RPM (rotação por minuto) do ciclismo. Ambos os esportes e siglas medem a cadência, ou seja, quantas repetições acontecem em um minuto.

Na Olimpíadas de Los Angeles 1984, Daniels, começou analisar corredores de 10.000m e percebeu que o ritmo se aproximava de 180ppm.

Com os estudos foi apresentado que circular por esse dado diminui o risco de lesão, pois seu tronco fica mais próximo do solo e tem menos impacto pela passada curta. Diferente de quem tem a passada a 165 PPM.

Cito esses exemplos comparando dois indivíduos correndo juntos há uma distância de 5km a 12km/h. o indivíduo que fez seu ritmo a 180ppm correu em economia de energia e cansou menos do que o indivíduo de 165ppm.

Como fazer para identificar a passada? Alguns relógios com GPS ao parear com o aplicativo apresenta esse dado em cada corrida.  Ou tem o jeito manual que funciona muito bem. Durante um minuto conte quantas vezes um pé aterrissou ao solo, multiplique por 2 e você descobrirá qual é a sua PPM.

Se não se aproxima dos 180ppm, você pode ir trocando a passada durante os treinos até ela se aproximar do mesmo.

Com o tempo você se sentirá menos cansado, menos dores e talvez consiga correr mais rápido!

Leia Também A arte de manipular por meio de promessas Carnaval rima com denúncia e resistência Chegando o momento de conhecer o novo time do Passo Fundo O problema da fragmentação da instrução escolar