Perigos do álcool no carnaval

Postado por: Gilnei Fogliarini da Costa

Compartilhe

O Carnaval para muitos é época de festas, diversão e bebidas, mas em muitos casos a festa acaba mal, pois o excesso do álcool e a imprudência acabam muitas vezes em ocorrências e tragédias. Durante as comemorações é só alegrias, euforia e diversão, as festas se prolongam, e para acompanhar muitos desfrutam de bebidas alcoólicas sem a menor noção das consequências.

A combinação de álcool e direção é a principal causa dos mais graves acidentes com vítimas, sabe-se que não é recomendado dirigir após ingerir bebidas alcoólicas, mais ainda, é proibida a condução do veículo automotor após o consumo de álcool, pois estudos demonstram que o consumo de bebidas alcoólicas é um dos principais fatores que contribuem para as ocorrências de acidentes de trânsito com vítimas.

Todo individuo que entra no veículo e sai dirigindo deve ter a plena consciência dos perigos que está gerando. É preciso ter a noção do risco que é estar embriagado ao volante. Até pequenas quantidades de álcool no sangue afetam as habilidades do condutor, geram reações lentas e a falta de noção quanto à velocidade, a distância do próprio carro e de outros veículos, mesmo em pequenos percursos a tragédia pode ser iminente.

A dica é simples “SE BEBER NÃO DIRIJA”, ande de carona com amigos ou parentes que não tenham bebido, solicite um taxi ou ande de ônibus, seja consciente, evite acidentes. Para aqueles que não bebem, também fica a dica, não deixe que aquele que bebeu dirija, ajude ele e preservem muitas vidas.

  *A Fundação Cultural Planalto de Passo Fundo salienta que o texto reflete a opinião de seu autor.

 

Leia Também Crescimento, emprego e custos de vida: o governo não entregou o que prometeu Derrota e ensinamentos na Série Prata Alimentos que tiram a fome despesas de capatazia não entram no cálculo de Imposto de Importação