Fachin nega a Lula liminar para evitar prisão

Compartilhe


O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de medida liminar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para evitar a prisão do petista até o esgotamento de todos os recursos no caso do tríplex de Guarujá. O ministro também decidiu submeter ao plenário da Corte a análise do caso. 
Caberá à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, definir a data do julgamento. Ainda não há previsão de quando os 11 ministros da Corte vão discutir o habeas corpus.


Leia Também Abertas as inscrições do concurso da Aeronáutica com 227 vagas para curso de formação de sargentos Bebida adulterada mata 93 pessoas na Índia Manifestantes protestam na Venezuela após fechamento de fronteira com a Colômbia Em viagem, empresário descobre que funcionário é o irmão perdido há 31 anos