Fachin nega a Lula liminar para evitar prisão

Compartilhe


O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido de medida liminar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para evitar a prisão do petista até o esgotamento de todos os recursos no caso do tríplex de Guarujá. O ministro também decidiu submeter ao plenário da Corte a análise do caso. 
Caberá à presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, definir a data do julgamento. Ainda não há previsão de quando os 11 ministros da Corte vão discutir o habeas corpus.


Leia Também Cavaleiros do Planalto Médio prestam homenagem as rádios Planalto Ministro propõe que médicos oriundos do Fies substituam cubanos Prefeitura faz obra de infraestrutura no bairro Nenê Graeff Brigada Militar recupera carro roubado