Merecimento é a palavra de ordem no Vermelhão da Serra

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe

 

“Merecimento” é a palavra escolhida pelo técnico Rodrigo Ferrari, no Esporte Clube Passo Fundo.  Com base na obtenção do sucesso nas metas estabelecidas, o grupo pode ser contemplado.

Foi assim em relação ao período de Carnaval. A partir do merecimento em torno do que se estabeleceu até a segunda partida da temporada, diante do Glória, os jogadores receberam o direito a dois dias de folga.  Irão se reapresentar na manhã de terça-feira, no Vermelhão da Serra.

Em todos os setores da sociedade é assim. Se trabalha com metas pré-estabelecidas.  Foi assim, por exemplo, que o Passo Fundo se organizou em 2000, quando se projetava a chegada à fase final do Campeonato Gaúcho, com o técnico Juarez Villella. Se o grupo conseguisse a classificação, receberia uma excelente premiação. E assim ocorreu: o time chegou com muita força, com três vitórias seguidas nas rodadas derradeiras, diante de Santa Cruz, Santo Ângelo e Guarani de Venâncio Aires.

Segundo o técnico Rodrigo Ferrari em 2018 para todos os passos conquistados incentivos são oportunizados. Tudo parte do merecimento, individual e coletivo. Todos estão bem cientes de que estão em um clube que oferece excelente estrutura de trabalho e que abre portas para o sucesso.  Atletas que se destacaram no tricolor depois puderam brilhar em grandes clubes do país, como recentemente aconteceu com Felipe e Marquinhos Gabriel.

O prêmio principal que se quer em 2018 é a classificação para voltar à divisão principal. Até lá, muito trabalho. Todos lançam os nomes dos adversários de tradição com o favoritismo à chegada, verificando os concorrentes de maior potencial.  Podem ter certeza de que nessas cidades se tem o mesmo conceito em relação ao Passo Fundo, que é bastante respeitado. Jogar no Vermelhão da Serra sempre é muito difícil. O tricolor precisa avançar de fase em fase, para, na reta final, dar o sonhado salto.

No tocante ao futebol da equipe, o técnico Rodrigo fez a análise à Rádio Planalto. Gostou muito da postura defensiva, não permitindo maiores oportunidades para o Glória, que já vem de cinco amistosos.  Agora se trabalhará a conexão do meio com o ataque. Ofensivamente ainda se pode melhorar, o que é natural na construção de pré-temporada.  O importante é chegar com as peças devidamente afinadas na estreia diante do Tupi, no dia 4 de março.

Enquanto isso, fica o convite para os torcedores apoiaram o time do Passo Fundo nos amistosos dos dias 20 e 26, contra São Luiz e Guarani de Venâncio Aires. O ingresso será de R$ 10,00.

Até a próxima! Sejam felizes, vocês merecem!

Leia Também O cão, o trigo e o Fusca Não incide IOF sobre fluxo financeiro em participação em sociedade “Enviados para testemunhar o Evangelho da paz” Solução para o atraso