Crise “incha” as escolas públicas

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Início de ano é sempre tumultuado, até que todas as crianças que precisam de vagas em escolas sejam acomodadas. Neste ano, mais do que no ano passado, as escolas públicas estão sendo a salvação de muitos pais. A crise econômica que o país vive atinge muitos pais, que estão tendo que tirar seus filhos de escolas particulares e passar para escolas públicas, aliviando assim o orçamento doméstico, mas por outro lado inchando as escolas municipais e estaduais que estão superlotadas. Em termos de ensino não acredito em prejuízo para os alunos, pois a qualidade das escolas públicas, principalmente as do município, está muito boa, superior até que algumas escolas particulares.

 

Aproveitadores felizes com o ano de eleição

Demora alguns meses ainda para o período de campanha, mesmo assim, alguns eleitores/ aproveitadores, bem informados, já sabem quem serão os candidatos e as tradicionais “mordidas” começaram. Candidato não pode ir a eventos, festas ou qualquer lugar público, que lá vem os aproveitadores pedir alguma coisa. Isso está acontecendo aqui em Passo Fundo e fui testemunha, pois chegou um possível a candidato a deputado e começaram a pedir para que pagasse bebida para um determinado grupo. Será que tudo que está acontecendo no nosso Brasil, com toda essa corrupção na política, não é suficiente para que as pessoas parem e pensem um pouco que este tipo de relação entre candidato e eleitor só traz prejuízos no futuro? É como diz o ditado “o povo tem o governo que merece”. A corrupção existe desde que o Brasil foi descoberto e veio aumentando a cada ano, até chegar aos últimos governos, onde foi registrado o maior rombo aos cofres públicos, mesmo assim o eleitor continua pedindo e com certeza muitos políticos continuaram dando, para garantir os votos e a sua eleição. É uma vergonha, como ter esperança que as coisas irão mudar...

 

Hospital Bezerra de Menezes vai manter atividades

A mobilização entre a direção do Hospital da Cidade, do Executivo, do Governo do Estado e da Câmara de Vereadores, resultou na garantia de repasses de recursos para o Hospital Bezerra de Menezes continuar com as portas abertas. Seria um desastre para a saúde pública o encerramento dos atendimentos. A notícia é de que o Estado vai repassar recursos em atraso para o município, que através de convênio irá repassar ao hospital. Um desfecho feliz neste momento e um belo exemplo de que a união faz a força e de que a política feita de forma honesta, com o interesse público acima de tudo, faz a diferença.

 

Dizem por aí... Que as escolas públicas nunca foram tão valorizadas pelos pais, como estão sendo neste ano. Será verdade?

Leia Também Marta e Maria Curiosidades sobre o Fusca Como fica o Congresso após a aprovação da Reforma da Previdência? Com sapato ou sem sapato