Moção de repúdio proposta por Luiz Miguel é aprovada

Compartilhe

Votada na tarde desta quarta-feira (28), a Moção que repudia o posicionamento de uma rádio gaúcha em relação ao músico Vitor Mateus Teixeira, o Teixeirinha, foi aprovada pelos vereadores da Câmara de Passo Fundo. A matéria, proposta pelo vereador Luiz Miguel Scheis (PDT), rechaça os comentários e postagens nas redes sociais realizadas pela rádio da cidade de Canoas, no momento em que um ouvinte solicitou a música do artista.

Conforme Scheis, ao receber o pedido, a rádio teria desrespeitado tanto o ouvinte, quanto a memória de Teixerinha, insinuando que a audiência da emissora iria diminuir e que, da mesma forma, “não adianta ressuscitar música daqueles que já morreram”, cita a proposição do parlamentar. Ainda, teriam se referido ao artista com comentários pejorativos, denigrindo e menosprezando a história do músico e compositor. “Acreditamos que a postura de uma emissora de rádio formadora de opinião foi no mínimo desrespeitosa com o artista, com os familiares e com nossa cidade que se orgulha de ter este músico como referência”, defende Scheis.

Com a aprovação, a Moção deve ser encaminhada à Presidência da Assembleia Legislativa e ao Sindicato das Empresas de Rádio e Televisão do Estado do Rio Grande do Sul.

Rejeitada

Durante a Ordem do Dia, os vereadores rejeitaram uma Moção que prestava apoio ao recebimento da área doada à Manitowoc e, também, à doação do espaço à Comercial Zaffari. Proposta pelo vereador Saul Spinelli (PSB), a proposição foi contestada pelo democrata Patric Cavalcanti, que considerou ser necessário respeitar o ordenamento jurídico, uma vez que existe uma Ação Civil Pública em tramite, e que solicita a devolução da referida área. “Temos que deixar a justiça julgar o mérito. Aprovar uma Moção de Apoio nesse ponto do processo, é dizer que a Câmara não respeita a ação judicial, é desrespeitar a legislação, é desrespeitar a justiça”, disse Patric.

Leia Também TRE determina retirada de outdoors de Bolsonaro no RS Vereadores aprovam processo seletivo do SAMU Bolsonaro sobe para 33% e Haddad vai a 16% em nova pesquisa BTG/FSB Planalto transmite debate dos candidatos a governador