Delação de Basegio: negociações e acordo com o Ministério Público

Compartilhe

O ex-deputado Diógenes Basegio, de Passo Fundo, teve o mandato cassado em 2015 

A defesa de Basegio confirmou as negociações com o Ministério Público e a homologação do acordo pela 10ª Vara Criminal do TJ-RS.
Em delação, o ex-deputado entregou documentos e detalhadamente falou sobre as práticas ilegais que teriam sido cometidas por ele e outros parlamentares. O conteúdo é mantido sob sigilo.
Marlon Santos (PDT), presidente da Assembleia disse que "quem faz delação é porque assume a culpa", pois isso prova, para ele, que a denúncia de 2015, de que Basegio se apropriava de parte dos salários dos servidores de seu gabinete, procedia.
Também lamentou a demora para que o acordo de delação acontecesse, mas disse que nenhum parlamento está livre de cometer ‘’erros pontuais’’.
Causando diversas reações entre os deputados que apoiam este ato, Lucas Redecker, líder da bancada do PSDB disse que qualquer deputado que tenha ciência de irregularidades deve cumprir seu papel e fazer a denúncia.

Relembre o caso: CLIQUE AQUI e confira!

Leia Também TRE determina retirada de outdoors de Bolsonaro no RS Vereadores aprovam processo seletivo do SAMU Bolsonaro sobe para 33% e Haddad vai a 16% em nova pesquisa BTG/FSB Planalto transmite debate dos candidatos a governador