Fepam determina medidas para recuperar barragem do Capingui

Compartilhe

Preocupadas com o baixo nível do reservatório da Barragem do Capingui, lideranças dos municípios de Passo Fundo, Marau e Mato Castelhano estiveram em Porto Alegre, nesta quarta-feira, para uma audiência agendada pelo deputado Sérgio Turra (PP) na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM). 

O órgão informou que foi encaminhado um ofício determinando prazo de 30 dias para que a CEEE tome medidas operacionais para a recuperação do nível do reservatório.

Desde o início do ano, moradores das comunidades vêm se mobilizando para buscar os motivos pelos quais o nível da água da barragem está cerca de 6 metros abaixo do normal. Segundo Turra, a situação é preocupante uma vez que pode causar danos ao ecossistema do rio e seus entornos, como a alta mortalidade de peixes e a baixa reprodução. O reservatório, que é administrado pela Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), é utilizado para geração de energia elétrica na região.

No documento enviado à empresa estatal, os técnicos da FEPAM ainda determinam que se cumpram algumas providências para que o nível da barragem não fique maior que um metro abaixo do normal. Além disso, a CEEE deverá apresentar relatórios anuais com parecer técnico e avaliações da diversidade, riqueza e abundância da ictiofauna do reservatório. O conjunto de medidas servirá para a obtenção de nova licença de operação.

A chefe de gabinete Lilian Zenker representou a secretária do Meio Ambiente, Ana Pellini, no encontro. Participaram ainda os deputados Juliano Roso e Vilmar Zanchin, os vereadores de Passo Fundo Márcio Patussi, Rufa e Fernando Rigon, além de membros de uma comissão de defesa da Barragem do Capingui.

Leia Também Associado do Sicredi está pronto para viajar à Rússia Pelo menos 22 candidatos são assassinados antes das eleições no México Temer sanciona lei que estabelece ações para ajuda a imigrantes Petrobras anuncia redução de 1,1% no preço da gasolina nas refinarias