No Fórum Soja Brasil, custo de produção e renda desafiam produtores

Compartilhe

 “Está na hora de olhar o sistema como um todo, sem pensar apenas na próxima safra”. Este foi o principal recado do pesquisador do Cepea/Esalq, Mauro Osaki, que junto com os demais participantes do Fórum Soja Brasil debateram o “Custo de Produção x Renda”. Em sua 6ª edição, o evento também contou com a participação da doutora em Ciências Biológicas, Adriana Brondani, do Conselho de Informações de Biotecnologia; e do pesquisador da Embrapa Soja, Henrique Debiase.

Através de dados e informações das últimas safras de soja do Brasil, Osaki mostrou que a cada safra o produtor desembolsa mais para fazer um bom cultivo de soja. “Os manejos de pragas e doenças estão fazendo com que o produtor entre mais vezes em sua lavoura, gerando um custo maior. Em 2007, o custo com inseticida ficava em torno de 1,5 saca de soja/hectare. Hoje a conta é de 3 sacas”, comentou o pesquisador, que informou que hoje no Brasil a custo total gira em torno de 46 sacas de soja/hectare. “Se tivermos uma quebra, o produtor não tem como pagar suas contas”, destacou.

Leia Também Situações e perspectivas do agronegócio serão debatidas em Passo Fundo Prazo de adesão ao Refis Rural é prorrogado para 30 de maio Agrícola Plantagro abre as portas ao produtor rural nessa quarta-feira Inicia primeira etapa da vacinação contra febre aftosa