RS registra um óbito e dois desaparecimentos por afogamentos

Compartilhe

Registrado nesta manhã de sábado, três casos de afogamento em águas do litoral gaúcho. Os casos ocorrem uma semana após o encerramento da Operação Golfinho, que contou com o trabalho de guarda-vidas em guaritas da região. Um homem morreu em Torres e dois jovens seguem desaparecidos em Capão da Canoa e Pelotas.

Em Torres, o óbito se registro na praia de Arroio Seco, onde a vítima entrou no mar na companhia de um amigo. Os bombeiros foram chamados para atender a ocorrência por volta das 11h30min. A testemunha conseguiu ser resgatada ainda com vida. A identificação da vítima ainda não foi divulgada.

Em Capão da Canoa, os bombeiros fazem buscas a um jovem de 24 anos que desapareceu na praia do Guarani, entre as guaritas 69 e 70. O chamado foi registrado por volta das 11h. O homem, que não teve a identidade revelada, foi à orla acompanhado de um casal.

Em Pelotas, no litoral Sul, um adolescente de 14 anos segue desaparecido na praia do Laranjal. Os bombeiros fazem buscas. Conforme testemunhas, o menino sumiu na Lagoa dos Patos após entrar nas águas em frente à Colônia de Pescadores Z3.


-

Rede Guaíba

Leia Também General Mourão fala sobre economia em Passo Fundo Última semana para saque de contas do PIS/PASEP Mãe comemora os 80 anos rezando com os 11 filhos no túmulo de Maria Elizabete Eleições 2018: Sartori e Leite continuam subindo nas pesquisas