Projeto Tradição e Folclore na Escola será reativado

Compartilhe

Suspenso desde de o ano de 2001, por falta de recursos, o Projeto Tradição e Folclore na Escola será reativado este ano, após solicitação do vereador Fernando Rigon (PSDB). O retorno da atividade nas escolas municipais e as instituições que devem receber a ação ao longo do ano, foram anunciados na tarde de quinta-feira (08), pelo secretário de Educação, Edemilson Brandão, em reunião com o parlamentar.

Conforme o secretário, embora muitas instituições tenham sinalizado interesse no projeto, as quatro escolas que terão a atividade em 2018 foram selecionadas devido a estrutura e localização, mas, nos próximos anos, a ação pode ser implementada em outros educandários. Neste ano, a Escola do Hoje, a escola Cohab Secchi – CAIC, a São Luiz Gonzaga e Daniel Dipp recebem o projeto Tradição e Folclore.

Fernando Rigon, que propôs através de uma Indicação a reativação do movimento em fevereiro de 2017, celebrou a notícia, e lembrou que a ação visa desperta o gosto da comunidade escolar pelo conhecimento do folclore, realizando estudos referentes a história, brincadeiras, danças tradicionais de forma extracurricular, deixando o aluno livre para optar sobre sua participação.

“Este projeto quando estava em atividades, chegou a ter 750 crianças da rede municipal de ensino diretamente envolvidas e acontecia em horário extracurricular, o que de certa forma também incentiva os jovens no seu comportamento tanto na escola, como fora dela, além de um melhor rendimento escolar”, defendeu Rigon.

Também participaram da reunião, a coordenadora do Núcleo de Ensino Fundamental, Angelita Scottá, a coordenadora pedagógica, Marla Debastiani Maffi e assessor político do gabinete do vereador Rigon, Cledson Basso.

Leia Também Atenção condutores: asfalto cede na ponte do Rio Passo Fundo Alteração de trânsito no Boqueirão KI-marca Social lança campanha para limpeza das nascentes do Bairro César Santos CRAS Vera Cruz completa oito anos de implantação